O passeio ocupados por mupis

Este mupi, na Av. 24 de julho, em Lisboa, não deixa sequer o espaço legal para se caminhar. Como este há centenas pela cidade.

Confrontada a Câmara com esta aberração pelo "Na Minha Rua", esta informa que a prioridade é o contrato com os donos dos mupis, não é o conforto e segurança dos peões e, já agora, o cumprimento da lei. Como é que aceitamos isto como sociedade?

"informamos que, atualmente, os equipamentos existentes no espaço público foram colocados no âmbito dos contratos celebrados entre o município e as empresas concessionárias JCDecaux e Cemusa, ainda em vigor. No entanto,  com a celebração do novo contrato para concessão de mobiliário urbano com publicidade, prevê-se que sejam resolvidos alguns problemas, mediante avaliação das solicitações que nos têm sido dirigidas, ficando desde já a sua sugestão registada."

 





Sem comentários:

Enviar um comentário