E a recém-criada freguesia do Parque das Nações nada faz?

Venho por este meio denunciar a situação que ocorre diariamente no passeio junto ao cruzamento entre a estrada de Moscavide e a rua João Pinto Ribeiro na freguesia do Parque das nações. Conforme podem constatar através das fotos em anexo, os carros ocupam praticamente a totalidade do passeio. Acresce o risco que representa para os peões o facto de os carros terem que sair em marcha trás para regressar à estrada. Recordo que já houve uma secção deste passeio que abateu havendo vedações que limitam ainda mais o espaço disponível para os peões. Esse abatimento poderá ter sido agravado pela circulação indevida de automóveis neste passeio pelo que alerto para a consequente instabilidade deste terreno. Por fim saliento que este passeio é a porta de entrada para o Parques das Nações da parte de quem sai no Metro de Moscavide, nomeadamente para milhares de trabalhadores e turistas, ficando estes com uma péssima impressão do nosso país quanto ao pouco respeito que existe pelo cumprimento das regras de trânsito para além dos inerentes riscos para a sua integridade física.

1 comentário:

  1. "A maior parte" pressupõe pelo menos >=50,000001~∞ % o que sinceramente não me parece nestas fotografias. Em vez de perder tempo a "postar" isto podem ver estes exemplos! ...que realmente andam próximos de "a maior parte" dos pixéis das imagens. E os "hieróglifos estranhos" antes do símbolo de percentagem (~∞ símbolo este que também se pode aplicar à vossa burrice) querem dizer em linguagem matemática "a tender para infinito". Podem agradecer por não vos deixar totalmente na ignorância... Pode ser um novo início para todos vós!...

    ResponderEliminar