Privatização dos CTT de Alverca em análise

Os CTT foram privatizados há uns tempos, e recentemente o tema deu que falar na opinião pública. Tal assunto não nos interessa minimamente para nada. Todavia, entretanto em Alverca, um determinado cidadão decidiu também por iniciativa própria privatizar o erário público 24 horas por dia, que toma a forma de superfície, em frente ao posto dos CTT da cidade. Ilegal ou legal, é necessário frisar à opinião pública isso mesmo, o estacionamento no espaço público é uma privatização temporária do erário público, visto que a superfície também é um ativo pertencente ao estado, ademais é um ativo vendável em muitas circunstâncias. Quando é ilegal ou de borla, o estacionamento é por conseguinte equivalente a furto ou confisco, na medida que é uma privatização que não ressarcia o erário público em conformidade com o espaço ocupado e tempo de ocupação.  

Dura lex, sed lex:

Sem comentários:

Enviar um comentário