Av. 24 de Julho com passeio minúsculo junto à linha férrea

Um curioso caso de empreitada na cidade de Lisboa que, ou foi pensada por quem nunca foi ao terreno, ou foi fiscalizada ou executada por quem não tem olhos ou o mínimo de espírito critico, é a empreitada do Cais do Sodré ao Largo de Santos.

São cerca de mil metros, e nessa artéria (Av. 24 de Julho) existe um passeio junto da linha férrea, passeio esse com uma largura mínima de cerca de um metro e máxima superior a dois metros, sendo que na maioria da extensão tem cerca de um metro e meio. Existe contudo uma única exceção, um único ponto neste quilómetro de passeio tem bastante menos de um metro. Neste percurso existem apenas três passadeiras, tendo uma delas, por via das obras na Avenida, sido deslocada. Pois os executantes desta obra conseguiram instalar a passadeira no ponto mais estreito que existe em um quilometro e plantar um semáforo a impedir a passagem de, por exemplo, um carrinho de bebé ou cadeira de rodas.

Fotos ilustrativas da situação ridícula que gostaríamos de ver corrigida.

 

Sem comentários:

Publicar um comentário