PSP de Telheiras, outra vez em destaque e não por boas razões!

A PSP de Telheiras volta a ser alvo de queixas.
Desta vez, o (ainda mais) insólito aconteceu. Um carro-sucata foi plantado no meio de uma praceta pedonal!!

Alguém teve um acidente com o seu automóvel e o mesmo ficou completamente inutilizado, quiçá para sempre. Onde deixar o carro acidentado? "No passeio que foi transformado junto à minha casa!".
Já lá vão duas semanas, várias queixas à PSP, que fica a 500mts do local e a resposta foi a típica "Vou mandar passar lá o carro!" Mentira, claro!
Trata-se de uma situação grave, pois além do estacionamento de sucata, os vidros partidos e a chapa cortada e retorcida são um perigo, sobretudo para as crianças que são naturalmente curiosas e se aproximam para ver melhor.





Este largo, com campo de basket tem sido conquistado pelos automobilistas-moradores, que vêem nele um estacionamento desafogado.


Acontece que este largo é por vezes frequentado por crianças (não é mais por causa dos carros, claro!) e o acesso dos automóveis e as manobras de estacionamento põem em perigo quem ali passa, brinca ou joga à bola, como é óbvio.


[crianças a jogar à bola]

A PSP de Telheiras tem-se mostrado completamente ineficaz na defesa dos direitos dos peões. Trata-se de uma zona bastante acima da média, com boas condições para a circulação pedonal, mas ali, como noutros bairros, a impunidade é total.

Automóveis em cima de passadeiras, circulação e estacionamento em zonas pedonais, etc, etc, etc.
Não se vê a presença da PSP nas ruas e quando passam é de carro, ignorando completamente o que está à vista de todos. Seguem alguns exemplos (podiam ser muito mais).

[camião TIR em cima do passeio, na rua principal] 


 [Estacionamento e circulação na rua da Biblioteca, rua pedonal]

 [Passadeira na rua principal, sempre tapada com automóveis - o carro da PSP tinha acabado de passar]

[circulação por dentro do parque junto ao Metro, zona pedonal]

A PSP de Telheiras é uma vergonha e é só mais um exemplo do país de 3º mundo que somos.

[Enviado por um leitor]

55 comentários:

  1. Desloque-se à esquadra e aguarde que um piquete vá efectivamente lá. Diga que fica à espera até lá irem.

    ResponderEliminar
  2. Se calhar também andam ocupados a negociar susbtâncias ilícitas, à semelhança com os colegas do Estoril.

    ResponderEliminar
  3. O violador de Telheiras actuava a 700mts da esquadra...
    A PSP é uma vergonha, mesmo.

    ResponderEliminar
  4. Epá, alguém sabe a que esquadra me devo dirigir para comprar um xutozinho? Costumáva ir à do Estoril, mas agora dizem-me que fecharam para balanço!

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Deoxa-me advinhar... estás ressabiado porque levaste com um autocolante no teu chaço e agora vens para aqui vomitar lixo.
    Ao menos usa outro nick, porque com esses já há demasiados idiotas!

    ResponderEliminar
  7. para participar 'a CML os veiculos abandonados na via publica, ir aqui: http://atendimentovirtual.cm-lisboa.pt/Documents/Formularios/Mod_16_RQ_01.pdf

    ResponderEliminar
  8. Não moro na área, mas se morasse, depois de perceber que a polícia não me liga nenhuma, tratava de eu próprio rebocar o carro uns metros até ao meio da rua onde irá decerto incomodar sua majestade o popó. Fica o conselho.

    ResponderEliminar
  9. Apenas pergunto aos administradores deste excelente blogue se é admissível que deixem estacionar selvaticamente posts fora do contexto no Passeio Livre? Já não bastam as latas que estacionam em tudo que é sítio? Alguém se anda a passar pelo Faísca e a brincar com coisas sérias!

    ResponderEliminar
  10. Só tem o que merecem!
    Querem melhor, tratem-nos melhor!
    Ass. Um Polícia de Telheiras

    ResponderEliminar
  11. Há pois, pensava-se que eram só os políticos e autarcas as pessoas incapazes, sem habilidade para resolver os problemas do país, enfim dos cidadãos.

    Não nos esqueçamos de que a m...., é a mesma, ou seja, a MASSA com que os portugueses são feitos é a mesma.

    LC

    ResponderEliminar
  12. O Sr. Polícia queria um LCD maior na esquadra, para realizar o seu turno (no sofá) de forma mais confortável, é?

    Vão para as ruas e tirem a caneta do bolso!

    ResponderEliminar
  13. Não sabem mesmo o que é ser policia...se soubessem não falavam assim.
    cambada de gente ignorante.
    Ass: um policia de telheiras

    ResponderEliminar
  14. «…tratem-nos melhor»???
    Querem melhor do que têm sido tratados estes últimos anos?
    Fazem uma ameaça de birra (leia-se acampamento) e são logo levados ao colo por este governo pateta; um agente com o 9.º ano de escolaridade ganha tanto como um tecnico superior com um mestrado (o polícia não é bem pago, o tecnico superior é que é mal pago) - a classe tem sido muito bem tratada em comparação com os demais funcionários públicos e… EM RETORNO pouco se vê! Desistiram da função de policiar o estacionamento há muito! Polícia é para apanhar bandidos, não é para essas coisas chatas de autuar o estacionamento indevido, isso é coisa de funcionário da EMEL.
    Como se não os pagássemos para isso também.
    E mais, eu nunca deixei de pagar os meus impostos, por outro lado sinto-me ofendido sempre que passo por aglomerados de carros estacionados em cima dos passeios nas barbas da polícia - Veja-se por ex o Alto do Restelo, mesmo nas barbas do parque de reboques da divisão de trânsito da PSP, até no passeio que contorna o referido parque TAL É A IMPUNIDADE!
    EU TINHA VERGONHA!!!!
    A SÉRIO QUE TINHA, SER POLÍCIA E VER AS COISAS NESTE ESTADO!

    ResponderEliminar
  15. @um policia de telheiras
    És tão policia como eu sou padeiro, ou pensas que a malta não te conhece já de ginjeira, desde que apanhaste com o autocolante que não largas daqui, mas fica já a saber que és muito bem vindo!
    Com o tempo germinará a semente!
    Bons estacionamentos.

    ResponderEliminar
  16. Quero aqui deixar bem claro que ainda à pouco levei com um autocolante desses na zona de campolide. Acho de muito mau gosto fazerem isso quando o meu veiculo estava efectivamente bem estacionado, ie, em local propício a estacionamento (nada de passeios, nem passadeiras nem propriedade privada). Agora quero saber quem é que vai pagar para tirar aquela papa que ficou no vidro com a cola que aquela merda autocolante tinha. Obrigado pela vossa falta de consciência e racionalização da vossa distruição de autocolantes. Podem ter a certeza que da próxima vez que o meu carro estiver bem estacionado e levar com um autocolante que não vou deixar o vosso(a) colaborador(a) sair do local até chegar a polícia pois isto é entendido como acto de vandalismo a viatura privada. Estimo que a vossa causa vá para um determinado local. Quanto a viaturas abandonadas/atravessadas em passadeiras e passagens pedonais é só contactarem a polícia municipal que eles até agradecem.

    ResponderEliminar
  17. Nem aqui sabes estacionar. O tópico sobre ressabiados autocolados é na lateral direita do blog!

    ResponderEliminar
  18. Anonimo das 12:05: o que e' para si um "local propicio a estacionamento"? ha' areas de atravessamento dos peoes que nao tem passadeira mas tem passeios rebaixados e que infelizmente sao "propicias a estacionamento" (i.e., carros la estacionados nao faltam). eu quando vejo carros assim estacionados pode crer em como colo autocolante. quanto a chamar a policia, nao tera' sorte nenhuma: colar um autocolante nao e' vandalismo, por muito que o chateie.

    ResponderEliminar
  19. Felizmente, o pessoal do PL está atento aos "vândalos" que querem descredibilizar o blogue e já removeu mais um texto (copiado de alguma enciclopédia sexual) e colocado aqui em meu nome, por alguém que, por falta de personalidade própria, teima em querer fazer-se passar por mim. Só foi pena que não tivessem removido o nome (falso) do vândalo, o que pode levar outras pessoas a pensar que escrevi algo que a direcção do PL foi obrigada a remover.

    Quanto ao Polícia de Telheiras, é mais que evidente que nunca foi, não é nem nunca será polícia. É apenas mais um que não sabe o que quer ser! No entanto, e por incrível que pareça, até concordo com o seu comentário, embora apenas em parte.
    É verdade que os polícias não têm sido bem tratados, mas não concordo que sejamos nós os culpados, quando diz: "Só têm o que merecem".
    Nós limitamos-nos a ser as vítimas, quer da falta de civismo dos condutores, quer da falta de eficiência e fiscalização da polícia! No entanto, devemos ter presente que essa ineficiência não se deve à vontade dos polícias mas sim a ordens superiores emanadas das chefias e do próprio Governo.
    Não é um agente da PSP quem decide se deve ir para a rua multar carros mal estacionados ou ficar fechado num gabinete a preencher papeis ou no bar a servir cafés aos colegas.
    A polícia tem efectivamente sido mal tratada, levando a que os seus agentes se sintam desmotivados de cumprir as suas funções. De que serve um polícia arriscar a vida para prender um bandido, se ao chegar ao tribunal, o bandido é mandado em liberdade pelo juiz? De que serve um polícia passar multas, se depois o chefe manda anular a multa porque o infractor é amigo, familiar ou alguém hierarquicamente superior?
    A culpa não é dos agentes mas sim das chefias e do Governo.

    Por último e embora a Catarina já tenha feito a pergunta, também eu gostaria que o tal anónimo nos dissesse o que entende por "local propício a estacionamento". Custa-me a crer que alguém lhe tenha colado um autocolante, se realmente estava assim tão bem estacionado, mas se o fizeram, é de lamentar! De qualquer modo, também não é preciso choramingar tanto por causa da cola do autocolante. Parece que lhe derramaram uma lata de grude ou de Super Cola 3 nos vidros! Um bocadinho de álcool faz milagres e um pouco mais de civismo no estacionamento costuma evitar situações dessas.

    ResponderEliminar
  20. Faísca,

    não vale a pena vires com conversa fiada. Usas o blogue como usas os carros dos outros: para estragar e danificar (basta lerem comentários noutras fotografias)!

    Deixa o blogue em paz.

    ResponderEliminar
  21. FG disse...
    Faísca,
    não vale a pena vires com conversa fiada. Usas o blogue como usas os carros dos outros: para estragar e danificar (basta lerem comentários noutras fotografias)!
    Deixa o blogue em paz.
    18 de Maio de 2011 16:26
    -----------------------------------
    Bom, isto parece que alguém anda a utilizar os nomes ou nicks de quem vem aqui postar no sentido de ser útil a um movimento cívico que apenas serve para desmascarar o nível macacóide a que chegaram certos tipos que são possuidores de um título para conduzirem uma lata com 4 rodas, sem terem a mínima noção do que é o Código da Estrada ou as leis deste País.
    Por isso e até a administração deste Blogue começar a exercer outro tipo de intervenção ou moderação nos posts, deixarei de comentar.
    @ Faísca: o FG que escreveu o post acima não sou eu. Deve ser um filho da puta de um ressabiado que não tem mais nada que fazer e entretém-se a utilizar os nossos nicknames...

    ResponderEliminar
  22. E se em vez de tanto choradinho, que tal irem a blogger.com e criarem uma conta? Assim já ninguém vos consegue roubar o nick!

    Aliás, a culpa desta estupidez que agora se passa neste blogue é do Faísca, que tanto chateou as pessoas por serem anónimas que houve algum espertinho que leu isso e agora está a tentar virar o feitiço contra o feiticeiro.

    ResponderEliminar
  23. Vou começar a pedir/fazer autocolantes para colar nos carros bem estacionados, nos lugares da EMEL, e parques de estacionamento subterrâneos pagos, para eles depois virem aqui barafustar e mandar vir.
    Só não percebe quem não quer....

    ResponderEliminar
  24. FG, fico grato pela advertência. De qualquer modo, seria completamente impossível confundir as suas intervenções com as bacoradas que alguns inúteis aqui vêm escrevinhar, apenas porque não têm inteligência nem argumentos para defender o indefensável (o estacionamento selvagem).
    O energúmeno nem sequer tem a capacidade de perceber que, qualquer pessoa minimamente inteligente consegue facilmente descortinar o que é escrito por qualquer um de nós, daquilo que ele aqui vem vomitar.
    Se isto continuar assim, também seguirei o mesmo conselho e deixarei de comentar enquanto tal situação se mantiver (o que certamente agradará a muitos dos selvagens que querem destruir o meritório trabalho deste blogue).

    Ao anónimo defensor do anonimato só posso dizer que aquilo que o tal "espertinho" está a fazer em meu nome e do do FG (e provavelmente de muitos outros) é feito a torto e a direito e desde há muito tempo, por muitos dos que aqui assinam como "Anónimos", pois escondem-se atrás desse anonimato para, num dia dizerem uma coisa e no dia seguinte dizerem outra completamente diferente conforme os interesses e a direcção do vento, mas sempre com o mesmo nome (Anónimo).
    Por isso, aparecerem ideias diferentes em nome de Faísca ou de FG, ou aparecerem ideias diferentes em nome de Anónimo... a merda é a mesma! Quem não é capaz de assumir a responsabilidade pelas suas ideias, recorre a esses dois métodos manhosos: ou o anonimato ou a usurpação fraudulenta de uma identidade que não é a sua.

    ResponderEliminar
  25. Deixem-se de hipocrisias...este blogue só serve para estes tristes revoltados da sociedade escreverem sem nada dizerem...Gritem e revoltem-se nos sítios certos(assembleia da republica), nas urnas quando votam, assembleias de câmara, aí sim gostava de os ver falar... aqui anónimos bota-baixo à muitos... quem faça alguma coisa... muito poucos... ACORDEM PRÁ VIDA...

    ResponderEliminar
  26. Pk será que só sabem dizer mal da polícia, dos polícias de Telheiras... pk não dizem que esta semana apanharam 3 indivíduos que haviam feito dezenas de roubos por esticão!!...pk não dizem que apanharam algumas romenas em flagrante que haviam assaltado a casa, quem sabe, de quem escreve neste blogue!!...pk não dizem que esta semana foi apanhada em flagrante uma mulher que praticava extorsão!!!...pk não tentam inteirar-se melhor das condições de trabalho e de logística das esquadras!!...criticar é fácil, fazer melhor é que é pior...ACORDEM PRÁ VIDA...

    ResponderEliminar
  27. Porque não basta apanhar bandidos, a missão da polícia não se esgota no combate à criminalidade (embora haja alguns que levam isso tão à letra, que eles próprios se dedicam à coisa, para a melhor compreenderem certamente); a polícia tem por missão fazer cumprir a lei, nomeadamente o Código da Estrada e o contribuinte tem direito a que esses Srs. cumpram a sua missão por completo!

    ResponderEliminar
  28. Para quem ainda tiver dúvidas sobre o que impede a polícia de cumprir com a sua função, basta lerem o Correio da Manhã de hoje (é notícia de 1ª página).

    Uma procuradora foi apanhada pela Polícia Municipal de Cascais a conduzir em contra-mão e com 3,08 gr./lt de álcool no sangue. Isto seria mais que suficiente para a senhora ficar sem carta de condução e ser imediatamente presa, mas um procurador "amigo" (e nestes casos há sempre um "amigo") perdoou-lhe os crimes com a desculpa de que a PM "não pode fazer detenções em flagrante delito". E esta, hem!?
    Gostaria de saber em que condições é que a polícia poderia deter a senhora procuradora?
    Seria antes de ter cometido o crime? Seria no dia seguinte? Uma semana depois? Um mês mais tarde, depois de lhe ter passado a bebedeira?

    Vêem agora porque é que a polícia é desautorizada e se sente impotente para cumprir as suas funções? Vale a pena ser polícia nestas condições?

    Já que estou com a mão na massa, aproveito para dizer que não me lembro de ter visto algum polícia a ser louvado por apanhar bandidos, assassinos ou procuradoras embriagadas, mas recordo-me de ter visto na televisão e no Público (12/4/2011), o caso de um agente da PSP, em serviço ma messe de oficiais da Direcção Nacional da PSP, que foi altamente elogiado e agraciado com um louvor, pelos bonitos arranjos florais e centros de mesa que fazia com flores e verdura dos jardins da Direcção Nacional.
    Então e os outros que arriscam a vida em perseguições a bandidos? Têm que se contentar com os processos disciplinares que lhes são movidos sempre que disparam contra bandi... desculpem... contra algum "anjinho" daqueles que estão sempre inocentes, e até são muito boas pessoas elogiadas pelos colegas e amigos...de ofício?

    Com a Justiça neste estado, poderemos nós culpar os polícias por não cumprirem com aquilo que deveria ser a sua obrigação e motivo principal da sua profissão?

    ResponderEliminar
  29. mas os policias nao multam carros em cima do passeio porque sao desautorizados? essa e' nova...

    ResponderEliminar
  30. Claro que são desautorizados!
    Primeiro porque não os mandam para a rua, multar carros mal estacionados (em Portimão não se vê um único) e segundo porque, se multarem 10 carros (o que seria uma coisa do outro mundo!) pelo menos uns 7 ou 8 serão perdoados, porque são carros de "amigos", de familiares, de chefes, de engenheiros, de doutores, de deputados, de membros do Governo, de juízes, de procuradoras, etc., etc., etc.

    Valerá a pena, um polícia andar a arranjar problemas com metade da população (sim, porque metade da população estaciona sobre os passeios!) para depois ver as multas anuladas e ainda se arriscar a ouvir algum raspanete das chefias?

    ResponderEliminar
  31. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  32. PALHAÇOS DO CARALHO! PENSAM QUE CALAM! IGNORANTES DA MERDA!HAHAHAHA

    ESTACIONO O CARRO EM CIMA DO PASSEIO SEMPRE QUE QUISER E ME APETECER!

    SÓ PARA AVISAR QUE ESTÁ EM CURSO UM "MOVIMENTO" QUE JÁ TEM BASTANTES AUTOCOLANTES PARA ENCHER TODOS OS CARROS DA POLICIA QUE ESTIVEREM EM CIMA DO PASSEIO. VAMOS VER QUANTO TEMPO DURAM AGORA, SEUS MONTES DE MERDA! HAHAHAHAHHA

    DAQUI A POUCO VOU AO CAMPO-PEQUENO E VEJAM LÁ.... VOU DEIXAR O CARRO EM CIMA DO PASSEIO! SEUS MERDAS!

    ResponderEliminar
  33. O comentário acima manter-se-á publicado a fim de se poder facilmente aferir a categoria dos cidadãos que têm por hábito estacionar nos passeios e passadeiras.
    Caro visitante, identifica-se com o género?

    ResponderEliminar
  34. Boa ideia! Acho que é uma boa maneira de mostrar a toda a gente, a educação, o civismo e o nível cultural deste tipo de pessoas (as que teimam em estacionar sobre os passeios).

    Claro que este energúmeno, que mais uma vez se apossou de uma identidade que não é a sua, irá sentir-se muito orgulhoso do que aqui evomitou e certamente irá mostrar aos amigos grunhos, aquilo de que foi capaz. Vão rir-se que nem uns alarves, vão beber até caírem para o lado, vão fumar uns charros e se tiverem carro vão continuar a estacionar sobre os passeios, por estupidez, por cobardia e por total falta de inteligência.

    E pagamos nós impostos, para alimentar animais destes!!!

    ResponderEliminar
  35. E fazer um post sobre este espectacular comentário? Com link permanente na barra lateral?

    ResponderEliminar
  36. @Faisca: tenho telefonado varias vezes para a policia quando me deparo com carros estacionados em cima do passeio que me impedem de seguir em linha reta. Alguns, raros, obrigam-me a ir para a estrada, a maior parte obriga-me a fazer gincana no passeio. Invariavelmente, o policia do outro lado da linha confirma sempre se:
    1) os carros estao estacionados em segunda fila, ao que tenho que ripostar que eu disse "EM CIMA DO PASSEIO, NAO E' NA ESTRADA". Ja' tive que deixar isto claro duas vezes para o mesmo policia, que parecia teimar em nao perceber o que eu lhe dizia (e nao era problema de surdez!).
    2) os carros estao a impedir completamente a passagem no passeio, ou se ha' espaco para eu passar.
    Os policias que me perguntam isto estao na esquadra, e so' sabem aquilo que lhes relato por telefone. Acha mesmo que estao com medo de serem desautorizados, quando nem sequer sabem que carros sao? Ou simplesmente acham que da' muito trabalho "incomodar" os colegas da divisao de transito? E sera' que os policias da DT nao acharao tambem que este tipo de infracoes nao sao importantes? Nao e' 'a toa que o (pseudo?)policia que comentava aqui ha' dias se focava apenas na criminalidade para "mostrar servico". O estacionamento em cima dos passeios nao e' prioridade, apenas o estacionamento em segunda fila. E neste caso pelos vistos ja' nao tem receio de serem desautorizados.

    ResponderEliminar
  37. FeminineMystique, talvez não tenha percebido bem o meu comentário ou talvez eu não me tenha explicado bem. Quando eu digo que a polícia se sente desautorizada, estou a falar de um longo processo que tem evoluído ao longo dos últimos anos e que tem desmotivado a polícia de exercer as sua funções. Não pense que é só no caso do mau estacionamento; infelizmente essa desmotivação verifica-se em muitos outros campos.

    Se a polícia tivesse ordens para sair para a rua e fiscalizar o estacionamento selvagem, nem era necessário que a Feminine lhes telefonasse a pedir a comparência de um agente no local. Se a polícia tivesse ordens superiores para actuar nesse sentido, haveria agentes na rua a multar ou a bloquear todos os carros que estivessem sobre os passeios, e se as multas fossem de valor elevado e não fossem depois anuladas por se tratar do amigo, do familiar, do senhor doutor, do senhor engenheiro, do primo do chefe ou do senhor presidente de qualquer coisa, garanto-lhe que ao fim de algum tempo, os passeios estariam livres dessa praga.

    Eu não acredito que sejam os agentes a decidir se saem para a rua para multar carros mal estacionados ou se ficam sentados na esquadra a ver televisão, a servir cafés aos colegas ou a fazer “bonitos arranjos florais”, como aquele que foi louvado por esse “feito” heróico. O que acontece é que, os agentes limitam-se a cumprir as ordens que vêm de cima e como será fácil de perceber, sai muito mais barato manter 2 ou 3 polícias parados na esquadra, do que os 10 ou 12 em serviço na rua.

    Em Portimão não se vê um único polícia a pé na rua, fiscalizando seja o que for. Aqui , só não estacionam sobre os peões porque eles não deixam, e o único sítio onde se vê alguma fiscalização é nos estacionamentos pagos, que a Câmara resolver entregar ao senhor Belmiro de Azevedo por um prazo de 20 e tal anos. Aí sim, quem não pagar o parquímetro, é mesmo multado.

    O problema das multas tem mais que se lhe diga e é muito mais complicado do que pensamos, pois se houver um punhado de agentes que resolvam tentar acabar com o flagelo do estacionamento sobre os passeios e multe 100 carros, é certo e sabido que no dia seguinte aparecerão 100 condutores na esquadra, a pedir por todos os santinhos, a anulação da multa, porque:
    - estacionei sobre o passeio mas deixei um espaçosinho para os peões
    - estacionei sobre o passeio mas foi só um minutinho para ir à farmácia
    - estacionei sobre o passeio, mas foi porque não havia nenhum parque de estacionamento logo ali à disposição
    - estacionei sobre o passeio, porque moro mesmo em frente do carro
    - estacionei sobre o passeio, porque fui eu que construí aquele prédio
    - estacionei sobre o passeio para ir ao Centro Comercial fazer as compras de casa. Foi só um minuto!
    - - estacionei sobre o passeio, mas não está por aí o chefe? É que eu sou muito amigo dele?
    - estacionei sobre o passeio, mas não haverá possibilidades de falar com o senhor agente que me multou? É que, eu sou primo do cunhado dele!
    - estacionei sobre o passeio, sim senhor! E depois? Sabe com quem está a falar? Eu sou procuradora, ouviu?

    E o rol de argumentos podia estender-se “ad infinitum”, porque nisso, o “tuga” é mesmo muito bom!

    Depois do caso da procuradora alcoolizada, acha que aquele, ou qualquer outro agente, terá vontade de voltar a repetir a ”aventura” perante uma situação semelhante, principalmente se envolver peixe graúdo?
    É ou não é, desautorizar os agentes?

    ResponderEliminar
  38. @Faisca, para mim, o facto de os policias fazerem apenas o que lhes mandam nao lhes tira qualquer responsabilidade no estado a que chegaram as nossas ruas. A responsabilidade de manter as ruas caminhaveis e plenamente viviveis para todos e' de todos, desde anonimos cidadaos como no's ate' aos policias nas esquadras e os chefes deles. Por isso, embora reconheca os fenomenos que descreve, nao retiro qualquer responsabilidade aos policias pelo muito pouco (para nao dizer "nada") que fazem para resolver o problema das nossas ruas que se tem tornado locais absolutamente inospitos para as pessoas.
    Sobre o serem desautorizados, consegue dizer-me uma unica noticia em que os policias se queixem de serem desautorizados na questao do estacionamento? E' que nem na historia da procuradora alcoolizada se pode dizer que isso aconteceu, parecendo-me mais desconhecimento da parte dos policias dos procedimentos judiciais combinado com jornalistas alarmistas (http://www.jn.pt/PaginaInicial/Policia/Interior.aspx?content_id=1857251). Nao quero eu insinuar que ja nao tenha acontecido o que sugere, ou que nao se venha a repetir, apenas friso que o exemplo que deu nao sustenta o seu argumento.

    Todos corremos o risco de sermos desautorizados noo nossos trabalhos. A diferenca e' que ha' uns que amocham e outros nao. Infelizmente, nao posso dizer que os policias em geral sejam dos que nao amocham face aos abusos sistematicos de parte significativa da populacao.

    ResponderEliminar
  39. Feminine, eu não estou a defender os polícias nem tenho qualquer procuração para o fazer, mas embora esteja de acordo consigo quanto à responsabilidade que TODOS temos no cumprimento dos deveres cívicos, eu gostaria de lhe colocar apenas uma questão: imagine que é uma agente da PSP ou da GNR, numa esquadra onde só existem 3 ou 4 agentes e que o seu chefe, coloca-a atrás de uma secretária a fazer qualquer serviço administrativo. O que é que a Feminine faz?
    - Desobedece ao chefe e sai para a rua para multar carros mal estacionados, por sua livre vontade?
    - Diz ao chefe que ele não percebe nada do que está a fazer e que vai para a rua multar carros porque é um serviço muito mais importante do que preencher papeis?

    Não sei se a Feminine tem algum conhecimento de como funcionam as hierarquias policiais, mas eu estive 5 anos no exército (2 cá e 3 em África) e sei muito bem como funcionam estas chefias, e da aversão que elas têm aos elementos que mostrem ter ideias próprias (mesmo que sejam as correctas).

    Se me disser que os polícias têm ordem para multar carros mal estacionados e passam ao lado deles assobiando para o ar, eu dou-lhe toda a razão, embora eu compreenda porque razão o fazem, mas na maioria dos casos, o que acontece é que eles nem saem para a rua para exercer essa fiscalização, e aí já a culpa não é deles mas sim das chefias ou do Governo que quer cortar despesas a torto e a direito (desde que não sejam as despesas feitas por eles, claro!).

    Quanto à história da procuradora alcoolizada, seria bom que lesse outras notícias em que é dito o seguinte: "O magistrado alterou a prática corrente da comarca e ignorou um parecer de 2008 da Procuradoria-Geral da República, que considera legítimas as detenções feitas pela Polícia Municipal em flagrante delito, como neste caso."
    Como vê, há dois pesos e duas medidas conforme o estatuto social do infractor.
    Cá estaremos para ver qual a "pesadíssima" pena aplicada à senhora procuradora. Ainda é recompensada com algum louvor pelo facto de ter sido detida "injustamente"!

    ResponderEliminar
  40. @Faisca: eu nao estou a dizer que quando se tem que fazer servico administrativo, os policias ignorem as ordens e vao para a rua multar carros mal-estacionados, pois embora seja aborrecido, compreendo que o servico administrativo e' necessario (nao sei se sempre, mas assumo que boa parte seja).
    O que eu contesto e' que possam haver ordens superiores para nao multarem os carros mal estacionados porque isso possa trazer problemas e os policias nao o contestem publicamente (e os policias contestam publicamente outras questoes, veja-se os policias de Braga a meterem (falsas) baixas medicas para contestar os horarios laborais...), ou que os proprios policias ignorem o problema mesmo tendo ordens em contrario. Sobre as chefias policiais e militares serem avessas 'as ideias proprias dos subordinados, isso nao e' exclusivo delas: alias, a maior parte das chefias em Portugal e' assim que pensa, pelo menos pelo que tenho visto nos meios academico e empresarial.
    Nao percebo porque e' que os policias nao hao-de multar carros mal-estacionados por nao terem saido para "a rua para exercer essa fiscalizacao". Ou se virem alguem a ser assaltado deixam de perseguir o assaltante porque nesse dia sairam para a rua para multar carros e nao para perseguir assaltantes? (naturalmente, exagerei esta situacao hipotetica para ilustrar o que me parece ser uma atitude disparatada).
    Sobre a historia da procuradora alcoolizada, agradeco a informacao complementar que de facto me tinha escapado. Nao nego que haja frequentemente dois pesos e duas medidas (ando bastante irritada com esta coisa dos carros em cima do passeio, mas acho que ainda nao me toldou o juizo, eh, eh...), mas confesso sinceramente que esta me parecia mesmo nao ser um desses casos.

    ResponderEliminar
  41. Ao calhordas do "passeiolivre" (falsificador) 20 de Maio de 2011 21:45: é por isso que o teu pópó e uns tantos como o teu, vão começar a aparecer com uns risquinhos bem lindões na lata, tipo pinturas rupestres. Pior que os ótócolantes, não?

    ResponderEliminar
  42. Eu tinha o carro estacionado no "campo de basket" e tive um belíssiomo autocolante do vosso blog no meu vidro do carro. O curioso da questão é que aquele é um local de estacionamento e nunca foi outra coisa. Está mais cheio hoje em dia, é certo, e daí o choque desse vosso "leitor", suponho.

    O campo de basket está separado do local de estacionamento por escadas, por isso não há invasão possível. O espaço debaixo do viaduto, que aparece nas fotografias, está devidamente vedado ao trânsito, portanto também não é invadido. Essas são as zonas usadas pelas crianças, na realidade.

    O carro acidentado ali deixado é ridículo e abusivo, como é óbvio. Que o "leitor" se queixe disso é perfeitamente compreensível. Já dizer que o dito carro seja um perigo para as crianças é de uma demagogia atroz, mas isso é outra conversa.

    O que me leva finalmente à outra questão levantada por esse "leitor". Quando há fundamentalismos por parte dos cidadãos, como deve a PSP responder? Quem quer que ache que o trabalho da PSP é fácil, que o vá fazer por um dia para perceber que não é bem assim. Claro que não acredito que tudo funcione bem na PSP. Há espaço para melhorar (e muito!), mas não façam da PSP um bode expiatório.

    Se o senhor morador da zona está incomodado com o estacionamento naquele local, deve levantar o problema em local próprio, nomeadamente na assembleia de condóminos, e não partir numa "vendeta" mal dirigida e anónima!

    O papel deste blog parece-me louvável, mas atenção quando dão tempo de antena a situações das quais não conhecem o contexto.

    ResponderEliminar
  43. Demagogia é vir aqui atirar areia para os olhos dos demais leitores quando deveria era ter-se enchido de vergonha e procurado uma solução para os "seus" problema de estacionamento (se realmente os tem, porque na maioria das vezes são só problemas de comodismo)
    Quanto a considerar que um carro naquele estado e num local de lazer não é um perigo para as crianças, só podemos concluir que a Rute claramente que não deve ter filhos (e se os tem, que deus os proteja, porque da mãe não podem esperar muito).
    Mas numa coisa tem razão, o autocolante é belíssimo!

    ResponderEliminar
  44. JOHNY POR TELHEIRAS30 de maio de 2011 às 14:06

    ANTES DE MAIS UMA PEQUENA RESPOSTA A RUTE...AQUELE LUGAR ESTÁ VEDADO MAS NÃO É PRIVADO PORQUE TODA A MANUTENÇÃO DAQUELE ESPAÇO É FEITO PELA CAMARA E NÃO PELO CONDOMINIO LOGO É DE TODOS.........

    quanto aquele carro sim é uma vergonha

    EU TAMBÉM MORO EM TELHEIRAS.....MAS NÃO ATERREI AGORA ESTOU CÁ Á 28 ANOS.........

    Tenho pena que a grande maioria destas pessoas tenham pensado que quando compraram a casa em telheiras tenham pensado que compraram tudo desde os passeios ao alcatrão....e que serão postas cancelas nas entradas......porque se calhar já não existtia estacionamento apenas para os moradores....mas não se esqueçam que telheiras é o bairro que mais bairros sociais passou a ter em lisboa......
    a preocupação com os passeios é legitima mas já agora vou falar num passeio que quem morar cá a tempo suficiente lembrar-se-á que antes um carro patrulha da PSP chegava com um preso mesmo junto a entrada da esquadra e ninguém precisava de saber quem vinha dentro do carro....até que um ilumunado tanto escreveu que conseguiu que fosse tapada a entrada para a esquadra..tanto mal que disseram dos policias, uma coisa é falar-mos do que se passou no estoril outra é comparar-mos os agentes neste caso da esquadra de telheiras a esses porque ELES NÃO MULTAM......já nem sabemos o que reclamar....portanto pedimos aos agentes de telheiras que matam a sede as crianças que ali brincam no jardim e lá vão porque alguns paizinhos se preocupam com "coisinhas" e não são capazes de levar uma mochilinha com uma garrafa de água.......MULTEM-NOS POR FAVOR......temos pena que alguns moradores façam de zonas publicas estacionamentos privados logo onde está aquele carro o dono tinha a chavinha para o ali pOR...CERTAMENTE COM TANTA CONVERSA DE ESTACIONAMENTO NINGUÉM SE IMPORTARÁ SE VIER A EMEL TORNAR ESTES ESPAÇOS TODOS PAGOS PORQUE AÍ JÁ NÃO RECLAMAMOS E AINDA TEMOS O PREVILÉGIO DE SER IDENTIFICADOS POR CIVIS....depois aproveito para fazer referencia a outra foto que fala sobre a circulação em zona pedonal......aquilo era uma rua( francisco gentil) que um predio cortou ao meio(praça central) mais um prédio particular com a manutenção de espaços verdes paga por todos nós......DOU RAZÃO A ALGUMAS DAS RECLAMAÇÕES FEITAS...mas gostava que estas não se tornassem ridiculas porque qualquer dia estamos a reclamar que não temos sitio para estacionar sem sermos multados e depois perguntam....não teem mais nada que fazer do que multar?já agora a divisão de transito já acedeu a alguns pedidos e tem vindo desde 26 de maio multar para junto da rua delfim santos......MAS JÁ AGORA E APROVEITANDO AS RECLAMAÇOES DE ALGUNS DEIXO AQUI ALGUMAS SUGESTÕES AOS AGENTES DE TELHEIRAS DE ALGUNS SITIOS QUE NA OPINIÃO DE ALGUNS ( E PELA VOSSA INÉRCIA E PREGUIÇA)PODEM NÃO SABER QUE SE ESTACIONA MAL.....

    RUA PROF. HERNANI CIDADE SENTIDO DESCENDENTE (FAIXA DE RODAGEM COM PERIGO PARA A CIRCULAÇÃO)
    RUA PROF. FRANCISCO GENTIL NO SENTIDO ASCENDENTE (FAIXA DE RODAGEM E PASSEIOS)
    RUA PROF. MÁRIO CHICÓ (FAIXA DE RODEGEM E PASSEIOS)
    LARGO DO POÇO
    RUA PROF. BARBOSA SOEIRO (FAIXA DE RODAGEM
    RUA PROF VIRGINIA RAU(PASSEIOS E FAIXA DE RODAGEM)
    RUA PROF FERNANDO DA FONSECA(SENTIDO DESCENDENTE E ASCENDENTE(FAIXA DE RODAGEM E PASSEIOS)
    RUA PROFDIAS AMADO(PASSEIOS E FAIXA DE RODAGEM)
    RUA PROF JOÁO BARREIRA SENTIDO DESCENDENTE(FAIXA DE RODAGEM)
    RUA PROF LUIS REIS SANTOS (FAIXA DE RODAGEM SENTIDO DESCENDENTE)

    MULTEM-NOS POR FAVOR....TRABALHEM....

    JÁ AGORA FAÇO AQUI UM PEDIDO AS PESSOAS A ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES E A JUNTA DE FREGUESIA QUE FAÇA ESTA PEQUENA ALTERAÇÃO E QUE MUDE NOVAMENTE A ENTRADA DOS CARROS DA PSP PARA JUNTO DA ESQUADRA QUE NÃO INCOMODA NINGÉM E É MUITO MELHOR PORQUE ATÉ LIBERTA 4 LUGARES DE ESTACIONAMENTO QUE É ONDE HOJE ESTACIONAM E AS NOSSAS CRIANÇAS ESCUSAVAM DE VER O SORRISO DE IMPUNIDADE DOS QUE NOS ASSALTAM A DESFILAR ESCADAS ABAIXO....

    ResponderEliminar
  45. Sim... a Rute tem razão: o autocolante é lindo!

    ResponderEliminar
  46. Morador de telheiras - Rua Professor Fernando da Fonseca21 de junho de 2011 às 02:05

    Sou morador de Telheiras desde que nasci (22 anos) e o que se passou por exemplo na minha rua( Rua Professor Fernando da Fonseca) é UM ESCÂNDALO!
    Não sei se os iluminados tem noção do que é ter de ficar a espera na rua cerca de 1 hora! Isto em média! No caso da minha rua se as pessoas não estacionarem na faixa de rodagem, simplesmente não têm onde parar! O planeamento de toda a zona envolvente é um puro desastre! Tudo porque um clube tinha de construir um estádio onde nao existem condições para tal. Toda a zona de telheiras foi dimensionada para certos movimentos quer de pessoas, quer de carros. Mas a população aumentou exponencialmente e as devidas alterações não foram efectuadas!

    Agora vai fazer lembrar um anuncio de antigamente xD, mas eu ainda sou do tempo em que telheiras era a quinta e um par de ruas. O rebanho passava a porta de minha casa lol.
    Com isto tudo quero dizer que tentem ser mais abrangentes na maneira de ver o mundo! Não entrem em extremismos e tentem encontrar de vez em quando as razoes para o que vêem...

    ResponderEliminar
  47. Morador de telheiras - Rua Professor Fernando da Fonseca21 de junho de 2011 às 02:19

    Já agora, se fizer alguma diferença sou estudante de arquitectura. Quando digo ser um escândalo o planeamento da zona, digo-o com fundamento.

    Ps: para que não fiquem a pensar que estou a defender os policias digo-vos que um ja me ameaçou levar para a esquadra por querer entrar na minha rua( fechada ao transito cada vez que há jogo). Não por ter desrespeitado os senhores mas sim por ter pedido explicações para o facto.

    ResponderEliminar
  48. Caro Morador de Telheiras, os seus problemas de estacionamento são exclusivamente seus. Os problemas de estacionamento de muita gente são um problema político. Mas nem num caso, nem noutro são problemas a resolver à custa do espaço pedonal.

    Uma analogia: se por acaso tiver falta de dinheiro ou espaço em sua casa é um problema seu. Se muita gente tiver falta de espaço ou de dinheiro é um problema político. Mas nada pode legitimar o roubo ou a invasão do pouco espaço que cada um já tem.

    Se o seu vizinho comprar 3 pianos de cauda e não tiver espaço para os colocar poderá usar uma divisão de sua casa? Repare, sem sequer lhe pedir autorização ou concordancia.

    Entendeu?

    De qualquer forma, se ler com atenção a maior parte deste artigo foca questões de descuido e abuso de espaço público que pouco ou nada têm a ver com a dita "necessidade" dos moradores.

    O facto de um estudante de arquitectura achar que o espaço público e a cidade contemporânea terem que acomodar o carro seja qual for as consequências, é uma forma de extremismo que não deixa de ser preocupante. Mas talvez explique algumas das razões do que vemos por aí!

    ResponderEliminar
  49. Morador de telheiras - Rua Professor Fernando da Fonseca22 de junho de 2011 às 17:16

    não ponha palavras na minha boca como pura demagogia! eu só estou a fazer no texto escrito acima uma avaliação da rua em questão. caso nao tenha percebido sou totalmente a favor do espaço publico. Estava só a referir que outrora o estacionamento apropriado já existiu na zona e foi retirado!! tal como fazem os automobilistas não civilizados roubaram espaços destinados para o estacionamento pura e simplesmente por causa de um estádio!!!!

    Não sei se leu tudo o que escrevi, mas logo no inicio digo que espero por um lugar em media 1 hora no carro quando podia simplesmente deixar no passeio!!!!! Pelos vistos tentei ser construtivo e não deu frutos... É uma pena que um movimento que me parecia bastante interessante não tenha capacidade de ouvir todos...

    Ps: por ser estudante de arquitectura é que tenho a capacidade de ter de analisar os mais variados problemas que atingem a cidade! não só dos peões. E caso esteja interessado 80% do meu tempo sou peão!!!

    ResponderEliminar
  50. Continuamos sem perceber em quê a presença do estádio justifica o abuso e incúria retratada neste post.

    Parecia haver no seu primeiro comentário um apelo à tolerância dos abusos tendo em conta os erros urbanísticos que acha que se cometeu na área.

    Ainda bem que foi mal interpretado. É sempre bom ler um estudante de arquitectura que adorna as suas frases de forma tão generosa com pontos de exclamação.

    ResponderEliminar
  51. Morador de telheiras - Rua Professor Fernando da Fonseca24 de junho de 2011 às 14:34

    continua a demagogia e a ironia... é pena. visite a zona em questão e pesquise o antes e depois. quando tiver essa pesquisa completa aí sim, argumente com fundamento. Normalmente quem continua teimosamente a achar que o estádio não tem nada a ver nesta questão, das duas uma. Ou nao quer falar sobre o assunto, ou é fanático do clube em questão...

    ResponderEliminar
  52. É pena que na escola de arquitectura onde anda para além de não lhe ensinarem urbanismo do século XXI (isso que anda a aprender passou de moda nos anos 70 - e passou de moda porque se viu que era insustentável a todos os níveis) não lhe ensinem a escrever Português.

    ResponderEliminar
  53. Caro estudante de arquitectura,

    Por pior opção que tenha sido a construção de um estádio de futebol ali, este post fala de incúria (carro abandonado), cargas e descargas sobre os passeios e falta de civismo no estacionamento abusivo em espaços pedonais.

    Nenhum destes acontecimentos pode ser justificado pela existência do estádio.

    ResponderEliminar
  54. Morador de telheiras - Rua Professor Fernando da Fonseca24 de junho de 2011 às 23:39

    percebo que o post fale disso passeio livre... mas os comentários levaram a que afirmasse aquilo.

    ResponderEliminar
  55. @Rute:
    Se andasse por ali com crianças rapidamente concluiria que é perigoso sim.

    Além de os carros entrarem ali sem saber se algum peão aparece da esquina (ou uma criança atrás de uma bola), fazer manobras num passeio acarreta algum perigo.

    Rute: É ILEGAL, demonstra falta de civismo, demonstra egoísmo, demonstra tanta tanta coisa e nenhuma boa.
    É melhor um autocolante que um risco, acho eu.

    Aquele espaço não é do condomínio, por muito que vocês queiram e façam com que pareça que é.

    Sou de Telheiras, conheço o largo em questão e quantas e quantas vezes há lugares legais e estão 4 ou 5 carros ali a ocupar o passeio durante o fim de semana inteiro. São 52 fins de semana por ano!

    ResponderEliminar