VEJA AQUI, NOS COMENTÁRIOS, O NÍVEL DE QUEM ESTACIONA NOS PASSEIOS!



105 comentários:

  1. O anúncio foi publicado no «Público» de hoje, pago por moradores que estão fartos da cegueira selectiva que, em certas zonas (e só nessas), parece ter atacado a PSP, a PM e a EMEL.

    Todas as reclamações que têm feito, ao longo de anos, nada resolvem. No entanto, se não pagam o respectivo dístico de "residente" à EMEL, vêem de imediato o seu carro multado, bloqueado e até mesmo rebocado.

    ResponderEliminar
  2. Mas o que é que os parquimetros tem a ver com passeios livres?? Um carro estacionado correctamente mas que nao pagou parquimetro incomoda cegos ou carrinhos de bebé agora? Todo o lixo serve para postar neste blog. Cinjam-se ao tema por favor.

    ResponderEliminar
  3. Quem souber ler, verá que o anúncio refere-se, também, a passeios...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo das 20.24, vá aprender a ler, então.

    ResponderEliminar
  5. este post é muito, muito estupido. Porque é que não vão apanhar lixo do chão?

    Gostava era de ver um passeio livre de imbecis.

    ResponderEliminar
  6. Peço desculpa ao fred tha shred

    ResponderEliminar
  7. "jaime disse...

    este post é muito, muito estupido. Porque é que não vão apanhar lixo do chão?

    Gostava era de ver um passeio livre de imbecis.
    27 de Junho de 2010 00:09"

    É para isso mesmo que existe este blog, para que um dia possamos ver um passeio livre de imbecis que lá estacionavam em cima os seus automóveis.

    ResponderEliminar
  8. Alguém mandou isto para a Câmara, PM e os chulos da EMEL?

    ResponderEliminar
  9. acho que ele se estava a referir ao imbecis que colam autocolantes...

    ResponderEliminar
  10. Este parece um jogador da bola, com a mania de falar de si na 3ª pessoa.

    ResponderEliminar
  11. este parece um chico esperto, tem a mania que é deus e sabe tudo

    reduz-te à tua insignificancia, sabes tanto sobre quem escreve aqui a smensagens como eu de couves

    ResponderEliminar
  12. Quero informar que durante semanas andei a deixar aqui comentarios que nunca chegavam a ser postados. Por vezes eram algumas coisas que lia por aqui , outras a favor. Por alguma razao algumas eram "selecionadas" e nao chegavam a ser vistas.

    Quero só deixar a mensagem ao Administrador de que as pessoas nao sao parvas. E deixo o desafio aos defensores do movimento: um dia venham ca e escrevam qualquer coisinha que nao seja a favor do blog , e verão que ou é apagado ou nem chega a ser postado.

    Um hospedado no blogspot.com deve obedecer a regras, e uma das regras é que o blog tem de ser um BLOG. Não é um espaço de parcialidade mas sim de discussao. Onde todas as opinioes sao validas. Esconder algumas mensagens só serve patra dar a entender que toda a gente apoia isto e ninguem está contra. É falso. Deixem as pessoas falar e mostrar os seus argumentos. Não os censurem.

    Escusam de desculpar-se com palavroes e ofensas pois nunca os usei, e as mensagens nao passavam.

    Vou aproveitar esta "janela" em que ainda aqui podemos postar sem sermos moderados.


    Todas as mensagens que aqui tentei deixar nas ultimas semanas foram do teor desta que vos deixo: estou a falar contra o passeio livre mas nao estou a ofender nem a usar linguagem impropria. Vamos ver quanto tempo dura aqui esta mensagem..

    ResponderEliminar
  13. Hoje ainda não fumou nada o "jogador da bola", ou então está utilizar mais tabaco...

    ResponderEliminar
  14. A quantidade de comentários contra o autocolante e o blog que são publicadas todos os dias aqui no blog demonstra claramente que o anónimo das 16:42 se está a fazer de vitima sem qualquer razão - ou muito provavelmente está inventar uma historia para causar descrédito (tal como aqueles que sempre que protestam aqui, estavam sempre bem estacionados, colaram 15 autocolantes no vidro da frente, riscaram o carro, etc). Se fosse administrador deste blog algumas das msgs aqui publicadas nunca veriam a luz do dia de tão idiotas e ofensivas que são.

    ResponderEliminar
  15. "Um hospedado no blogspot.com deve obedecer a regras,"

    Que regras são essas?

    "Um hospedado no blogspot.com deve obedecer a regras,"

    Quem diz?! Você?! Quem raio é você para tentar vir mandar em blogue alheio? Por acaso paga a alguém deste blogue para lhes dizer o que devem ou não fazer?!


    "Não é um espaço de parcialidade mas sim de discussao. "

    Avisem a polícia! Um deputado da Nação, chamado José Pacheco Pereira, tem um blogue (abrupto.blogspot.com) onde não são permitidos comentários! Caraças, o homem é um criminoso e deixem-no sentar na Assembleia da República! [quer dizer, não é exactamente o único, mas pronto]



    "Quero informar que durante semanas andei a deixar aqui comentarios que nunca chegavam a ser postados."

    Se for lá agora, está lá um comentário dum alucinado a ameaçar com uma navalha quem colar autocolantes. Também deve ser um apoiante, suponho.



    CONCLUINDO:
    E se se deixasse de parvoíces, não?! O blogue não é seu, por isso aqui quem manda não é o senhor(a). Não gosta?! Azar, há quem goste. Existem milhões de blogues na Internet, de certeza que encontra algum que goste. Se não gostar de nenhum, há muito mundo lá fora para usufruir dele.

    ResponderEliminar
  16. calem a boca. filhos da puta!! como vêm nao fui EU que escrevi esse comentário acima.. EU chamo-vos logo filhos da puta na cara! Não preciso de disfarçar. PALHAÇOS DE MERDA! conseguem ler? palhaços!

    e ja deu para ver que é mesmo verdade. tentam fazer crer que quem escreve contra é a sempre a mesma pessoa.

    ResponderEliminar
  17. Ó meu burro, se assinasses a merda dos comentários, se calhar já não ficavam a achar isso, não achas?!

    ResponderEliminar
  18. E é sempre o mesmo gajo, ora é educado, ora é javardo, ora é anónimo, ora é jaime, artur e tudo o que lhe vêm à cabeça.
    Apareceu na altura dos comentários ao «fido» e nunca mais largou...
    ...resumindo, é um EMPLASTRO!

    ResponderEliminar
  19. Assim se vê o nível de quem é contra o PL!

    ResponderEliminar
  20. cabroes do caralho!
    as vossas maezinhas devem ter muito orgulho em voces filhos da puta!

    Se querem colar coisas, comprem uma caderneta do mundial! Deixem os carros em paz!

    filhos da puta desocupados! ahahhaha

    se eu vos vir algum dia a colar alguma coisa... coitadinhos de voces.

    cabras do monte..

    ResponderEliminar
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  22. eh pá.. vocês aqui neste blogue é só coisas engraçadas...sim senhor!! belo movimento.

    Não têm mais nada com que ocupar o tempo?

    ResponderEliminar
  23. foda-se... não têm mais nada para fazer, otários do caralho filhos da puta?

    ResponderEliminar
  24. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  25. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  26. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  27. olha olha.. os gajos aqui do blogue ainda estão acordados e a escrever merda! pobres coitados, desocupados do caralho. deviam ir trabalhar.
    como se alguém acreditasse que os passeios estão num estado lastimavel por causa dos carros que estacionam em cima deles.

    desocupados do caralho. BASTA VER OS COMENTÁRIOS QUE ULTIMAMENTE TÊM ANDADO POR AQUI.

    falsos de merda. filhos da puta. a vossa mae deve estar muito orgulhosa, a puta.

    ResponderEliminar
  28. Caríssimo anónimo, esses seus comentários já seguiram para o Ministério Público.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  29. Este crominho agora descobriu que pode dizer palavrões é acha que é o maior.
    Eu também já passei por essa fase. Tinha uns 12 anos.

    ResponderEliminar
  30. Será que o nível deste Blogue bateu no fundo com a publicação destes comentários?

    ResponderEliminar
  31. A mim também me cheira a coisa "à fido do twingo"; deixem lá que eu acerto-lhe o passo um dia destes!

    ResponderEliminar
  32. "Será que o nível deste Blogue bateu no fundo com a publicação destes comentários?"

    Muito pode ter batido no fundo o nível dos comentários. Mas isso infelizmente nunca foi muito elevado.

    Se esta gente em público é assim, nem imagino os mails que o [email protected] deve receber... (ou se calhar até não, porque por mail as coisas já piam mais fininho, e um processo judicial é muito mais fácil - embora se os donos do blogue quisessem também podiam perfeitamente levar este gentelha toda a tribunal por ofensas, porque identificar quem eles são era uma questão de segundos com uma ordem de tribunal, mas não vale a pena perder tempo com gente deste nível)

    ResponderEliminar
  33. Muito agradeço aos comentadores e gestores deste blogue a atenção dada a este anúncio (que, por sinal, foi o tema da crónica de Miguel Esteves Cardoso no «Público» do dia seguinte à sua publicação).

    Informo que estou à vossa disposição para, através do endereço nele indicado, dar os esclarecimentos que eventualmente pretendam e que, devido à sua extensão, não cabem nesta caixa de comentários.

    Cordiais saudações

    ResponderEliminar
  34. acho que ha defensores do passeio livre que se fazem passar pelos "contra" e vem aqui descridibilizar os outros

    é muito facil vir aqui ofender gratuitamente e dar a ideia de que quem escreveu é alguem contra o blog....

    ResponderEliminar
  35. "acho que ha defensores do passeio livre que se fazem passar pelos "contra" e vem aqui descridibilizar os outros

    é muito facil vir aqui ofender gratuitamente e dar a ideia de que quem escreveu é alguem contra o blog.... "

    Claro que sim. É que havia uma necessidade tremenda de fazer isso.

    ResponderEliminar
  36. Meu Granda Troll, já acordaste?
    Isto é que foi bombar a noite passada
    Já acabaram as aulas agora há tempo para estar na net até às tantas a javardar!

    ResponderEliminar
  37. A moca nos cornos devia ser tão grande que agora é bem capaz de não se lembrar de metado do que escreveu!

    ResponderEliminar
  38. lembro sim.. nao se preocupem... as vossas maes continuam com o oficio de putas, o mesmo de ha umas horas atras.

    como ja disse é bem visivel voces a passarem-se por outras pessosas para descredibilizar quem é contra o passeio livre.

    ResponderEliminar
  39. "como ja disse é bem visivel voces a passarem-se por outras pessosas para descredibilizar quem é contra o passeio livre. "

    Rapazito (já bebeste o leite com chocolate hoje?), maior descredibilização como a que tu faças com as tuas figurinhas ridículas de miúdo mimado não é possível.
    E podes chamar nomes à vontade, é só mais lenhas para te queimares.

    ResponderEliminar
  40. Anónimo mal-educado, a tua falta de inteligência é mesmo muita não é?! No 1.º parágrafo assumes que fostes tu a escrever as mensagens, no 2.º mandas uma boca tentando dizer que foram outras pessoas tentando «descredibilizar quem é contra o passeio livre.» (como se cromos como tu não fizessem já um excelente trabalho nesse domínio)

    Ao menos separavas isso em 2 comentários, sempre dava menos nas vistas.

    ResponderEliminar
  41. Esta merda é mm à tuga! Uma palhaçada desgraçada.. resolve-se os problemas todos pela metade com soluções de penso rápido.. Será que os autores deste blog nunca em circunstancia alguma usam um automóvel? É que em vez de andarem a dificultar a vida a restantes moradores e cidadaos q já a têm bem lixada, poderiam interrogar-se acerca do motivo pelo qual há carros nos passeios passadeiras e afins.. Não será um problema de planeamento urbanístico? Será que os automobilistas não teriam preferência por lugares onde não incomodassem, caso existissem? Habito na Almirante Reis junto à Praça João do Rio, único local passivel de estacionamento autorizado na Avenida, com capacidade para aprox.60~70 veiculos, para aprox 400 fogos, sendo q em cada casa em média haverá 1 veiculo..prédios antigos na sua maioria sem garagem.. as zonas de estacionamento têm vindo a ser reduzidas, sendo as poucas existentes pagas e cada vez mais dispendiosas.. Acho incrivel a falta de civismo demonstrada por este blog.. q reduz os seus signatarios ao nivel de um qualquer caramelo que estaciona o carro na passadeira c 4 piscas pa ir ao café..

    ResponderEliminar
  42. "Acho incrivel a falta de civismo demonstrada por este blog"

    Ao contrário do civismo que é estacionar em cima de um passeio...

    ResponderEliminar
  43. "Será que os automobilistas não teriam preferência por lugares onde não incomodassem, caso existissem?"


    Em muitos casos, não não teriam. Dois exemplos: http://anossaterrinha.blogspot.com/2010/04/diario-de-dois-lugares-de.html

    Neste blogue encontra mais casos. E no «O Carmo e a Trindade» também.
    E quem tem problemas, sejam eles de estacionamento ou de outra coisa qualquer, resolve-os. Transferi-los para a parte mais fraca (neste caso os peões) tem apenas um nome: cobardia.

    ResponderEliminar
  44. a esse ultimo comentário respondo: pó caralho! estaciono onde quiser,,, já estou a pensar onde por o carro amanha para incomodar o maior numero de velhinhos e deficientes. sim porque os condutores é que tem a a culpa! de tudo!

    ridiculo este blog

    ResponderEliminar
  45. Francisco do Vale disse...
    Esta merda é mm à tuga! Uma palhaçada desgraçada.. resolve-se os problemas todos pela metade com soluções de penso rápido.. Será que os autores deste blog nunca em circunstancia alguma usam um automóvel? É que em vez de andarem a dificultar a vida a restantes moradores e cidadaos q já a têm bem lixada, poderiam interrogar-se acerca do motivo pelo qual há carros nos passeios passadeiras e afins.. Não será um problema de planeamento urbanístico? Será que os automobilistas não teriam preferência por lugares onde não incomodassem, caso existissem? Habito na Almirante Reis junto à Praça João do Rio, único local passivel de estacionamento autorizado na Avenida, com capacidade para aprox.60~70 veiculos, para aprox 400 fogos, sendo q em cada casa em média haverá 1 veiculo..prédios antigos na sua maioria sem garagem.. as zonas de estacionamento têm vindo a ser reduzidas, sendo as poucas existentes pagas e cada vez mais dispendiosas.. Acho incrivel a falta de civismo demonstrada por este blog.. q reduz os seus signatarios ao nivel de um qualquer caramelo que estaciona o carro na passadeira c 4 piscas pa ir ao café..

    ResponderEliminar
  46. "a esse ultimo comentário respondo: pó caralho! "

    Igualmente pá! Pode ser que um dia te cruzes com um automobilista do teu nível, tenhas um acidente e ficas de cadeira de rodas para o resto da vida. Assim ao menos deixas de incomodar outras pessoas.

    ResponderEliminar
  47. EU SOU APENAS UM INTERNAUTA EXALTADO. NÃO GOSTO DE VER FALTAS DE CIVISMO PRATICADAS POR ESTE BLOGUE, ONDE GENERALIZAM MEIA DÚZIA DE RUAS PARA UMA CIDADE INTEIRA.

    NÃO GOSTO DE VER A WORLD WIDE WEB A DAR ASILO DUAS OU TRÊS PESSOAS MAL FORMADAS QUE FAZEM UM BLOGUE E QUE SE FAZEM PASSAR POR MUITAS MAIS.

    ESTES COMENTÁRIOS SÃO OS NOSSOS AUTOCOLANTES.
    SE QUISEREM CONTRIBUIR COM UM COMENTÁRIO JAVARDO PARA FAZER COM QUE ESTE BLOGUE PERCA A CREDIBILIDADE ESCREVAM-NO PARA [email protected]

    Exaltado sing. part. pass. de exaltar:

    Tornado alto
    Engrandecido
    Glorificado
    Celebrado
    Elevado em grau
    Entusiasmado

    ResponderEliminar
  48. Outro que acha que isto é um muro das lamentações.
    Isto hoje atrai a ralé toda.

    ResponderEliminar
  49. Anónimo disse...
    "a esse ultimo comentário respondo: pó caralho! "

    Igualmente pá! Pode ser que um dia te cruzes com um automobilista do teu nível, tenhas um acidente e ficas de cadeira de rodas para o resto da vida. Assim ao menos deixas de incomodar outras pessoas.

    28 de Junho de 2010 17:25

    e depois posso ser protegido por pessoas como voces. defensores dos fracos e oprimidos. numa cadeira de rodas ficam voces, se continuam a colar autocolantes

    ResponderEliminar
  50. EU SOU APENAS UM INTERNAUTA EXALTADO. NÃO GOSTO DE VER FALTAS DE CIVISMO PRATICADAS POR ESTE BLOGUE, ONDE GENERALIZAM MEIA DÚZIA DE RUAS PARA UMA CIDADE INTEIRA.

    NÃO GOSTO DE VER A WORLD WIDE WEB A DAR ASILO DUAS OU TRÊS PESSOAS MAL FORMADAS QUE FAZEM UM BLOGUE E QUE SE FAZEM PASSAR POR MUITAS MAIS.

    ESTES COMENTÁRIOS SÃO OS NOSSOS AUTOCOLANTES.
    SE QUISEREM CONTRIBUIR COM UM COMENTÁRIO JAVARDO PARA FAZER COM QUE ESTE BLOGUE PERCA A CREDIBILIDADE ESCREVAM-NO PARA [email protected]

    Exaltado sing. part. pass. de exaltar:

    Tornado alto
    Engrandecido
    Glorificado
    Celebrado
    Elevado em grau
    Entusiasmado

    ResponderEliminar
  51. APROVEITO ESTE ESPAÇO PARA, NUMA VAGA DE CORDIALIDADE QUE SE APODEROU DE MIM, PEDIR IMENSAS EDSCULPAS AO FRÉ-DA-SHRÉ (COM VOZ FININHA)

    ResponderEliminar
  52. EU SOU APENAS UM BURRO QUE SUBORNEI O AVALIADOR PARA TER A CARTA E QUE POR ISSO NÃO ME ENSINARAM QUE ERA PROIBIDO ESTACIONAR NOS PASSEIOS.

    ESTES COMENTÁRIOS SÃO A MANEIRA DE EU MOSTRAR QUE EU SOU UM ANIMAL QUE NÃO SEI VIVER EM SOCIEDADE.

    SE QUISEREM MOSTRAR QUE TAMBÉM VOCÊS SÃO UNS ANIMAIS (SÓ AQUI NESTE POST JÁ MOSTRAMOS QUE SOMOS MUITOS) ESCREVAM PARA [email protected]urro.com

    ResponderEliminar
  53. desculpem, o emai é @sou.mesmo.burro.pt!

    ResponderEliminar
  54. Mais uma vez as tipicas generalizações nas quais se toma a parte pelo todo.. Podem postar dezenas e centenas de casos, pois os mesmos nunca irão reflectir os milhões de automobilistas que circulam nas nossas ruas. E em relação à resposta anarca de quem tem problemas resolve-os, não me parece ser demonstradora de grande civismo, quando esses mesmos problemas são causados pelo aparelho estatal, o ónus da sua resolução claramente não se encontra do lado dos automobilistas..
    De qualquer forma o problema não é de forma alguma transferido para a parte mais fraca, nem para parte alguma, pois quem sofre as consequências acaba por ser sempre o mesmo, o cidadao de classe média que não tendo garagem nem condominio privado ve-se constantemente confrontado com multas, bloqueamentos e atitudes menos próprias como as defendidas por este blog.. o peão, que também eu o sou frequentemente, raramente se vê impossibilitado de seguir a sua vida, por qualquer estacionamento improprio, sofrendo apenas a tipica comichão emocional tipica da dor de cotovelo da galinha da vizinha e restantes mesquinhezas q infelizmente abundam.. Demonstrando a falta de planeamento que refiro, passo a exemplificar.. Habito num T4 com mais 4 pessoas, todas elas trabalhadoras solteiras e sem meios para pagar um T0 ou T1 aos preços praticados, não existindo infrastrutura em Portugal de apoio a habitação a jovens singulares, como tal a renda do T4 é dividida permitindo a todos uporta-la no entanto segundo a EMEL apenas um dos habitantes terá direito a estacionamento, no caso o contraente do contrato de arrendamento, o que no meu caso me obriga a circular de carro mesmo que tal não quisesse, pelo simples facto de o possuir, pois estando no trabalho durante o dia nao tenho forma de cumprir com o pagamento dos parquimetros no estacionamento proximo de casa, tendo entao de o fazer junto ao serviço.. Nao me parece q esta politica favoreça a redução de veiculos em circulação, nem me parece q esse seja o interesse do estado, uma vez que o acrescimo das dificuldades de estacionamento so aumenta o número de casos aqui reportados, o que é do interesse de todo o organismo pois permite a cobrança de todo o tipo de coimas e serviços que enchem os cofres do tao nosso necessitado estado..
    E o Zé povinho ignorante e cego como sempre, e aqui demonstrado, no lugar de se unir debate-se em conflitos entre si, sem qualquer resultado prático, sendo este um problema de fundo do municipio, e distraindo-se assim da real solução contribuindo para o status quo, e para a manutenção desta situação incomportavel defendida pelo estado.. A qualquer um dos criadores deste blog desafio-os a comparar o numero de pessoas do vosso circulo de conhecimentos q circulam com carro com o numero de casos aqui reportados.. facilmente perceberao a hipocrisia das vossas posições anarcas de tomar as medidas nas vossas maos em detrimento do vosso próximo, também ele um cidadão de direitos usurpados..

    ResponderEliminar
  55. "quando esses mesmos problemas são causados pelo aparelho estatal"

    Caraças, o Estado a si ofereceu-lhe o carro?! Sortudo!
    Então tem toda a razão, se lhe ofereceu o carro então também lhe devia ter dado o lugar para estacionar.

    ResponderEliminar
  56. Boa tarde,

    Cada vez que venho aqui, mais ou menos uma ou duas vezes por semana, para ver o que se anda a debater e se já arranjaram outras formas de combater o estacionamento ilegal, verifico, com alguma tristeza, que as pessoas deste blogue atingiram um nivel bastante baixo. Já não querem discutir, querem apenas calar as vozes que discordam e fazem-no colocando comentários no nome de outros e fazendo-se passar por miúdos que deixam aqui comentários estúpidos.

    Pensava que este blogue seria um espaço de discussão; verifica-se entretanto que há duas ou três pessoas (provavelmente os unicos apoiantes do movimento) que postam comentários parvos e estupidos onde se fazem passar por pessoas que nao concordam com isto, respondendo depois (um caso de esquizofrenia preocupante) como verdadeiros apoiantes do movimento. ou seja, postam e respondem como se fossem varias pessoas (????)

    acho que deviam avançar para outra coisa qualquer, ja que isto anda pelas ruas da amargura...

    ResponderEliminar
  57. Francisco, o carro é seu, quando o comprou já sabia que ele ocupava lugar. Se não tem lugar para estacionar, arranje-o (alugando uma garagem, p.e.), mude de casa, de emprego, vendo o carro ou meta-o debaixo da cama.
    Agora não se venha é em armar em vítima, que como o sr. também milhões de outros portugueses têm carro e não o estacionam em cima do passeio.

    ResponderEliminar
  58. não estacionam em cima do passeio?

    anda por ai um drogado que diz que conduz há 30 anos e que NUNCA estacionou em cima do passeio.

    ResponderEliminar
  59. EU SOU APENAS UM INTERNAUTA EXALTADO. NÃO GOSTO DE VER FALTAS DE CIVISMO PRATICADAS POR ESTE BLOGUE, ONDE GENERALIZAM MEIA DÚZIA DE RUAS PARA UMA CIDADE INTEIRA.

    NÃO GOSTO DE VER A WORLD WIDE WEB A DAR ASILO DUAS OU TRÊS PESSOAS MAL FORMADAS QUE FAZEM UM BLOGUE E QUE SE FAZEM PASSAR POR MUITAS MAIS.

    ESTES COMENTÁRIOS SÃO OS NOSSOS AUTOCOLANTES.
    SE QUISEREM CONTRIBUIR COM UM COMENTÁRIO JAVARDO PARA FAZER COM QUE ESTE BLOGUE PERCA A CREDIBILIDADE ESCREVAM-NO PARA [email protected]

    Exaltado sing. part. pass. de exaltar:

    Tornado alto
    Engrandecido
    Glorificado
    Celebrado
    Elevado em grau
    Entusiasmado

    ResponderEliminar
  60. Anónimo disse...
    Eu quero andar de carro, posso?É que tenho peões constantemente a atravessarem à minha frente, fora das passadeiras, quando o sinal está verde para os carros, quando têm passeio livre e lhes apetece ir pela rua, quando, em vez de ir em fila indiana, vão lado a lado, mesmo que ocupem metade da faixa de rodagem, quando correm para obrigar um carro a parar na passadeira e depois vão muito devagarinho na passadeira, quando param na passadeira, para obrigar o carro a parar, que caso não tivessem parados no meio da passadeira não teria sequer que abrandar...

    ResponderEliminar
  61. Quando estamos assim deitados e nus, sem
    a minha cara saber se é a tua cara à frente
    dela, parece-me bem que o mundo é uma coisa
    às escuras, sem importância nenhuma.
    Dou a volta, rodopio como um artista
    de circo, estou dentro de uma rotina, quando
    lavo os dentes e visto o pijama de flanela às riscas
    sinto-me um miúdo pequeno
    que desconhece o que é morrer.
    Chamaste-me sentimental,
    sentimental é a tua tia!!!

    ResponderEliminar
  62. Caraças, o Estado a si ofereceu-lhe o carro?! Sortudo!
    Então tem toda a razão, se lhe ofereceu o carro então também lhe devia ter dado o lugar para estacionar.

    Não, não mo ofereceu saiu-me do pêlo às custas do meu trabalho da mesma forma que saem todas as multas de estacionamento que apanho, e todos os impostos que pago, coisa que dúvido que faça.. e em relação à opção de ter um veículo próprio, pode começar a considerar que nem para todos é uma opção mas por vezes uma necessidade, relacionada para alguns com motivos laborais, para outros de simples deslocação a aprtir de locais sem acesso a serviço de transporte público, a outros dificuldades físicas de deslocação, fora outros que escuso de enumerar.. Em relação à sua pergunta, respondo-lhe o estado deu-lhe as pernas e saude para andar? É qu ao contrario de si continuo a considerar que apesar de não ter dado é sua obrigação disponibilizar-lhe passeios e meios de transporte para que se possa com elas deslocar!!

    ResponderEliminar
  63. Detesto entrar com o espírito ácido e desdenhoso do escárnio ou sequer o da denúncia mas, correndo de cabeça a pés a página de comentários, tudo isto é demasiado ridículo para menos...
    Desde a vulgar ordinarice de quem cospe para chão e a de quem cospe para o ar, o ressentimento trespassa qualquer idóneo princípio que tenha, porventura, enformado este blog e o próprio movimento. Sinto uma ponta de vergonha a assomar-se da minha pessoa, tenho vontade de chamar nomes igualmente e por isso mesmo, por me ver a querer ir abaixo e jogar o jogo pelas vossas mesquinhas e torpes regras de recreio, sinto a vergonha por sequer escrever estas linhas.
    Porém, há coisas que, passassem incólumes, creio, só serviriam a aviltar mais ainda o sentimento iníquo que por que aqui corre. Falo de ressentimento, de uns e de outros, na mais estúpida e virtual guerra civil que hoje se vê - os blogs de opinião...
    Cada um deveria atentar as palavras: cada um tem uma opinião, tal como cada um tem um olho do cu.
    Ora, por essa mesma ordem de razão, fica claro que, nem uns nem outros deverão prestar-se a dar a liberdade quer ao seu esfíncter, quer a sua doxa fedorenta e respingante (podem ver no google o que é doxa...)
    A mim, e devo começar por isto, indigna-me o autocolante por dois simples motivos. O primeiro, porque me é pessoal. Sou obeso, é esse o diagnóstico clínico que me foi dado - o que faz sentido, sendo eu um homem ocidental, devo padecer então do excesso de indulgência ou dos maus genes para a doença. Só toco o tema pois, é óbvio, pela imagem usada no autocolante - que se prestam a colar em carros alheios, sob o pretexto de Acção Directa - conceito largo demais para o quão difuso ele é nas vossas cabeças -, que género de imagem pretendem passar.
    Agora: o mau automobilista, e mau cidadão, é o obeso, porque o "gordo obsceno" é símbolo de auto-indulgência e auto-absorção egotista, arrogando-se de mais que a sua conta e instilando revolta em quem vê o seu direito legítimo dessacrado. O que entendo, a alegoria não me escapa de todo - descansem assegurados do mesmo.
    O que se passa é que, um movimento que deveria primar pela excelência e ortodoxia na consciencialização, passa a mesmíssima ideia que quem grassa a página de comentários com inanidades de tão imbecis quão infantis. Ora, não se vê bem, claro como o rêgo do obeso numa aula de ballet, que se visa, nesta mesmíssima página, vencer pela irritação, reduzindo a pó as intenções de consciençalização cívica? E, não se vê a léguas mesmo através do fumo que vos sai dos ouvidos e das beiças indignadas ao fervor que, se enveredam o mesmo curso, com os vossos autocolantes passivo-agressivos, redundam no redondo e vácuo zero que pretendem evitar.
    Sinceramente, o uso do obeso, a sinonímia imagética atingida, leva-me ao mais profundo asco pelo vosso movimento. Ele traí, pura e simplesmente, toda a essência da acção cívica. Esse, de que falo e conheço pelo estudo escrupoloso da lei portuguesa, tal como ela é - friso! -, não visa a ofensa gratuíta pela imagem de terceiros, pela associação de terceiros ao conceito de má-cidadania, de má-moral. Eu que sou obeso, e não me custa dizê-lo, sinto-me ofendido pelo simplismo auto-indulgente com que se prestam a associar uma imagem a uma conduta tão torpe. Parece mais a expiação passivo-agressiva do que deveria ser um movimento de princípios pios e desinteressados. Parece mais que, esse movimento que declaram, é só o atalho que decidiram para ressarcir as frustrações que o precedem, chamando nomes deliberadamente, pela via verbal e imagética.
    Pendurem as vossas cabeças com o peso da vergonha, a vergonha de quem é gordo e vê o seu cioso de si mesmo: cu! demasiado largo para as suas tão justas calças!

    ResponderEliminar
  64. Anónimo disse...
    Francisco, o carro é seu, quando o comprou já sabia que ele ocupava lugar. Se não tem lugar para estacionar, arranje-o (alugando uma garagem, p.e.), mude de casa, de emprego, vendo o carro ou meta-o debaixo da cama.
    Agora não se venha é em armar em vítima, que como o sr. também milhões de outros portugueses têm carro e não o estacionam em cima do passeio.

    Não me lembro de ter alguma vez referido q estaciono no passeio, as multas a que me refiro, sabe como as apanho? Por 5 minutos de atraso na revalidação do parqueamento junto ao serviço uma vez que como ja referi me vejo obrigado a deslocar-me no carro pelo simples facto de o ter. a EMEL a tal me obriga.. Em relação a mudar de casa tal como disse moro num apartamento dividido com 4 pessoas por nao ter meio de suportar sozinho e solteiro uma casa só para mim, quanto mais lugares de garagem a 100 euros por mês das 8 da noite as 8 da manha (serviço de estacionamento apenas nocturno da EMEL nos seus parques), em relação ao emprego nos dias q correm como deve imaginar tenho aquele q posso e mto grato estou por isso.. em relação a carro tenho sim um carro com 16 anos oferecido com o esforço da familia de forma a poder deslocar-me entre lisboa e a minha aldeia natal na beira alta, evitando 7 horas de transportes até à vila mais próxima a 9km de distância ainda assim.. Aposto no entanto que agradece ao padeiro o facto de ter a sua carrinha e lhe deixar a pastelaria e pao no cafe todas as manhas, carrinha a qual na minha rua posso encontrar estacionada em 2a fila com os 4 piscas todas as 7 da manha, simplesmente por nao existir absolutamente qualquer outro lugar nao ocupado para o fazer a essa hora..

    ResponderEliminar
  65. Lamento em muito não ver os senhores falarem de quem tem 3 e 4 Audis estacionados na sua garagem privada, os mesmos senhores, tal como João Soares, que criaram a EMEL tendo participação nessa mesma empresa privada enquanto autarcas deste municipio.. Realmente os intocaveis serão sempre os mesmos, alheios a tudo isto e às suas repercussões pois esses, nem a pé andam, nem problemas de estacionamento terão certamente, nem que para tal deixem o motorista sa voltas no quarteirao

    ResponderEliminar
  66. Ao Francisco do Vale e sobre o seu comentário que só aparentemente tenta demonstrar bom senso,

    Em lado nenhum da constituição Portuguesa lhe garante a possibilidade de ter carro e de ter direito a um lugar público de estacionamento. Como é óbvio se não tem dinheiro para o estacionar legalmente então terá que mudar de casa ou mudar de vida. Nada, repito nada, deve justificar comportamentos anti-sociais como o estacionamento sobre o passeio. Estas pequenas regras da vida são muito simples e não precisam de grande reflexão. A não ser da sua parte, de forma a por a mão na consciência e deixar de se justificar porque não tem dinheiro. Se a falta de dinheiro fosse justificação para comportamentos selvagens estaríamos bem arranjados. Conclusão, leia o Código da Estrada com muita atenção e aprenda que o estado não tem que lhe resolver todos os seus problemas - o estado novo que era mãe e pai das suas responsabilidades já acabou há muitas décadas. Em parte nenhuma do mundo se oferece o número de estacionamento desejado por todos. É importante perceber que tudo tem limites. Difícil? Basta aprender a portar-se em sociedade. É fácil. O Passeio Livre até oferece aqui ao lado um autocolante: "Eu nunca estaciono em cima do passeio ou nas passadeiras".

    ResponderEliminar
  67. Ao senhor obeso, não seja tão sensível. Sempre interpretei que não era um obeso, mas alguém com uma barriga proeminente e serve simplesmente para o desenho mostrar claramente o umbigo do dito.

    ResponderEliminar
  68. Também me parece que a sensibilidade extrema do anónimo das 17:58 leva a que não perceba que a publicação de comentários a favor ou contra só responsabiliza quem os faz. Estes comentários não são moderados. Infelizmente há comentários lamentáveis de ambas as partes, e não havendo moderação tal não poderá ser evitado. No fundo a asneira é livre e as idiotíces são para se ignorar.

    ResponderEliminar
  69. vocês têm tanto de falsos como de néscios. Vê-se que não leram o comentário até ao fim, ou não quiseram ler. Prenderam-se simplesmente na questão do umbigo e da obesidade. Claramente não têm formação, para perceber que o comentário vai além disso.

    Daqui a umas horas, deve vir aí uma das 3 pessoas pertencentes ao movimento dizer que quem escreveu o comentário foi "não-sei-quem" e "que é sempre o mesmo", na tentativa obvia de denegrir quem não concorda com o movimento.

    filhos da puta!

    ResponderEliminar
  70. HOMEMundial 2010Jogos em diretoBenficaFC PortoSportingWimbledonFora de Campo

    Dragões entram na corrida por James Rodríguez
    EXTREMO COLOMBIANO É DADO COMO ALVO DO BENFICA
    A imprensa espanhola noticia esta segunda-feira que o FC Porto juntou-se ao Benfica na corrida pela contratação do passe do extremo esquerdo colombiano do Banfield, James Rodríguez. Segundo a agência EFE, os dragões apresentaram uma proposta de última hora de cerca de 6 milhões de euros e são mesmo a equipa melhor posicionada para assegurar a contratação do jovem jogador de 18 anos

    ResponderEliminar
  71. Também me parece que a sensibilidade extrema do anónimo das 17:58 leva a que não perceba que a publicação de comentários a favor ou contra só responsabiliza quem os faz. Estes comentários não são moderados. Infelizmente há comentários lamentáveis de ambas as partes, e não havendo moderação tal não poderá ser evitado. No fundo a asneira é livre e as idiotíces são para se ignorar.

    A mesma hiper-sensibilidade de que me acusa é a mesma que o leva à rua com os seus "tão ao ponto" autocolantes.
    Vocês usam um gordo como imagem de soberba e arrogância ilegítima, não há como dar a volta a isso, não me venham com umbigos que eu mal vejo o meu. Tenham vergonha! Não pensaram antes de agir e agora defendem-se dessa forma. Admitam, façam mea culpa, qual é o mal?, errar é humano, é só fazerem outro autocolante, um menos preconceituoso e obtuso, que custa?
    E quanto aos comentários que perfilham na página, quer os prós, quer os contra, quer os a sério e os a brincar, a ver se vencem pela irritação, demonstrando a nulidade do movimento, todos são demonstrativos da inanidade de quem por aqui anda.
    Vê-se que têm pouca vida própria, pouca coragem, pouco espírito para levar a cabo a sensibilização das massas.
    Respondam-me honestamente e será essa a minha última intervenção por cá: acham mesmo que os vossos autocolantes e diligência no aborrecimento são Acção Directa? Em que medida o autocolante retira o impedimento do vosso direito mas, ao invés, é só a cereja no topo desse bolo egotista que destrói, pelas fundações, o civismo em que a nossa sociedade se articula? E mais uma, e vêem-se livres de vez deste meu cu gordo e incómodo: o que é que pensam alcançar com os vossos autocolantes senão a vingança medíocre de quem não tem a coragem de interpelar o outro directamente e fazÊ-lo entender ou mesmo, e porque não (façam aqui cara de surpresa,) entendê-lo? Pensam porventura acabar com o problema ao retaliarem só com o leve ainda que insistente retorno da mosca ao mesmo prato por lavar.
    Não são melhores que quem condenam, os vossos autocolantes servem-vos melhor que à cidade, um autocolante na janela não retira o carro do passeio, nem irá retirar nunca: entendam e reformem-se do vosso egotismo covarde!

    ResponderEliminar
  72. "O primeiro, porque me é pessoal. Sou obeso, é esse o diagnóstico clínico que me foi dado"

    Aquilo não é uma pessoa obesa, é um umbigo do tamanho do egoísmo de quem estaciona em cima do passeio.

    ResponderEliminar
  73. Daniel Amaral disse...
    Ao Francisco do Vale e sobre o seu comentário que só aparentemente tenta demonstrar bom senso,

    Em lado nenhum da constituição Portuguesa lhe garante a possibilidade de ter carro e de ter direito a um lugar público de estacionamento.

    Peço-lhe então que releia o q escrevi pois nitidamente nem leu q não estacionono no passeio, nem, como é obvio, será através de demagogias como mudar de vida ou de emprego ou ... que terei o meu problema resolvido, à semelhança de vós próprios.. senão deixo-vos a mesma resposta.. comprem um carro, mudem de vida! ..e consequentemente de problemas, que todos temos! e em relação à constituição em lugar algum referi que nela estivesse contemplado tal direito e assim repetindo-me:
    "Em relação à sua pergunta, respondo-lhe o estado deu-lhe as pernas e saude para andar? É qu ao contrario de si continuo a considerar que apesar de não ter dado é sua obrigação disponibilizar-lhe a si passeios e meios de transporte para que se possa com elas deslocar!! ", q seja do meu conhecimento certamente que o metro e autocarro também não são direitos conferidos na constituição, senão que seria de todas as regiões remotas e interiores desprovidas de transportes neste nosso portugal..no entanto passará pela minha cabeça questionar a razão de ser lógica de tal plano de transportes colectivos? óbvio que não.. realmente aqui há algum bom senso, o mesmo que aparenta não haver no lado de quem o questiona..

    ResponderEliminar
  74. o mesmo egoismo que se aplica ao individuo que coloca o autocolante em propriedade de terceiros, cometendo exactamente o mesmo tipo de falha civica, de forma inconsequente em efeito, e covarde na forma

    ResponderEliminar
  75. Anónimo disse...
    "O primeiro, porque me é pessoal. Sou obeso, é esse o diagnóstico clínico que me foi dado"

    Aquilo não é uma pessoa obesa, é um umbigo do tamanho do egoísmo de quem estaciona em cima do passeio.

    Realmente não tem capacidade de captar que o verdadeiro conteudo do texto anonimo, relativo à obesidade da imagem, em nada se prende com a mesma, sendo apenas tal referência uma metáfora.. pois com toda a certeza que aquilo que incomoda o anonimo obeso não será a imagem mas tudo aquilo q ela e a forma que utilizam para passar a vossa mensagem, representam.. pois o abuso a que recorrem na utilizacao da imagem é apenas representativo do abuso q cometem com o vosso metodo em si.. tao inocua é a imagem como o metodo, ambos pretendem ser uma representação de algo que na totalidade falham em representar pois encarnam em si mesmos a representação sem para tal precisarem da mesma!

    ResponderEliminar
  76. "comprem um carro, mudem de vida!"

    Homem, toda a gente aqui tem carro.

    ResponderEliminar
  77. EU SOU APENAS UM BURRO QUE SUBORNEI O AVALIADOR PARA TER A CARTA E QUE POR ISSO NÃO ME ENSINARAM QUE ERA PROIBIDO ESTACIONAR NOS PASSEIOS.

    ESTES COMENTÁRIOS SÃO A MANEIRA DE EU MOSTRAR QUE EU SOU UM ANIMAL QUE NÃO SEI VIVER EM SOCIEDADE.

    SE QUISEREM MOSTRAR QUE TAMBÉM VOCÊS SÃO UNS ANIMAIS (SÓ AQUI NESTE POST JÁ MOSTRAMOS QUE SOMOS MUITOS) ESCREVAM PARA [email protected]urro.pt

    ResponderEliminar
  78. "cometendo exactamente o mesmo tipo de falha civica,"

    Quem estaciona em cima do passeio não comete uma «falha cívica», desrespeita a lei, que é um bocado diferente.

    ResponderEliminar
  79. "senão que seria de todas as regiões remotas e interiores desprovidas de transportes neste nosso portugal..no entanto passará pela minha cabeça questionar a razão de ser lógica de tal plano de transportes colectivos? óbvio que não.. "

    O que é que raio é que isso tem a ver com estacionar em cima do passeio?!
    As coisas são bem simples, estacionar em cima do passeio é proibido (em 99% dos casos). PONTO. Quem lá estaciona está a desrespeitar a lei. PONTO. Não gostam da lei?! Temos pena, votem em quem a quer mudar. Até lá é para cumprir.

    Cambada de burros, escrevam todos ali para o [email protected]urro.pt e fundem um partido para mudar a lei.

    ResponderEliminar
  80. Anónimo disse...
    "O primeiro, porque me é pessoal. Sou obeso, é esse o diagnóstico clínico que me foi dado"

    Aquilo não é uma pessoa obesa, é um umbigo do tamanho do egoísmo de quem estaciona em cima do passeio.

    QUEM ESCREVEU ISSO?? UMA CRIANÇA DE 12 ANOS?

    ResponderEliminar
  81. gostaria de ter uma cona. o que é que eu posso fazer?

    ResponderEliminar
  82. E eis que a resposta tarda, não?
    E eis que, acerca do escrito, continuam equívocos...
    E eis que teimam em elevar ao poético aquilo que qualquer gebo vê como um gordo chapado, ele não é um umbigo, não se assemelha a um umbigo, portanto deixem-se de liberdades na interpretação de algo que só pode ser mal interpretado.
    Enfim, continuo na mesma tecla, a bater e a bater e a bater, não pode ser doutra forma aliás. Vocês usam a imagem da obesidade: é um gordo obsceno, nesse autocolante, de umbigo à mostra - se me querem convencer do oposto, lamento, nem a mim, nem a qualquer pessoa que veja o mesmo autocolante e tenha dois dedos de testa. Todos podem ver, é um gordo e a associação é clara.
    Gordo, parece, é a forma a que querem associar ao mau cidadão - o umbigo é demasiado pequeno numa barriga tão cheia de si, portanto é a barriga que mostra a indulgência arrogante com que o direito do outro é ignorado, não o umbigo.
    Na imagem vê-se um gordo a sair dum carro, e em gordas lê-se acima "não pense só no seu umbigo", agora querem fazer crer que não se associa facilmente o egoísmo à obesidade. Quando o umbigo é só um ponto no meio do corpo redondo e ignóbil do obeso, querem fazer crer que o gordo é o umbigo - por sua vez com um umbigo próprio?!? Que parvoíce... Ao menos sejam claros na entrega da mensagem, assim é só equívoca e perpetua a mesma ideia: que a gordura é uma coisa nojenta, de má-moral, que o mau cidadão é gordo porque os gordos são como se sabe...
    Ainda tentam elevar ao poético uma imagem tão desastrada quanto o cabo da iniciativa?
    "É um umbigo do tamanho do egoísmo", ora e como se mostra o tamanho e como se associa o tamanho à má-moral em causa?
    Deixem antes a letra para quem sabe escrever e as ideias para quem sabe pensá-las.

    ResponderEliminar
  83. "Enfim, continuo na mesma tecla, a bater e a bater e a bater, não pode ser doutra forma aliás. Vocês usam a imagem da obesidade: é um gordo obsceno, nesse autocolante, de umbigo à mostra - se me querem convencer do oposto, lamento, nem a mim, nem a qualquer pessoa que veja o mesmo autocolante e tenha dois dedos de testa. Todos podem ver, é um gordo e a associação é clara. "

    Anónimo, vá ver os arquivos do blogue. Estão lá todas as propostas de autocolantes, e a explicação sobre cada um deles.
    Isto não é uma coisa que tenha discussão, aquilo é um umbigo enorme para simbolizar o egoísmo. Se anda a ver coisas onde elas não existem vá a um psiquiatra para resolver os problemas.

    ResponderEliminar
  84. amigos, caros demagogos se existir 1 milhao de carros em lisboa para 500 000 lugares de estacionamento, entao 1/2 dos automobilistas nao tera mesmo qualquer alternativa ao passeio ou outro tipo de lugares "nao assinalados".. parece-me que inevitavelmente 1/2 estarao a infringir a dita lei sem q o queiram na realidade fazer! Como tal e ao contrario do que aqui foi dito a lei até lá é mesmo para inevitavelmente nao cumprir.. é uma questao de numeros à qual infelizmente nao se pode fugir.. Quanto aos que dizem q têm carro e nunca se viram confrontados com tal situação então serão certamente parte da minoria abastada ou sortuda, que têm um lugar reservado/garagem para o seu estimado SUV ou BM da tia, ou terão a felicidade de residir numa das quase extintas zonas de bom planeamento com lugares gratuitos ou em número para todos..

    ResponderEliminar
  85. "entao 1/2 dos automobilistas nao tera mesmo qualquer alternativa ao passeio ou outro tipo de lugares "nao assinalados".."

    Têm, não levam carro para Lisboa, que é o que fazem centenas de milhar todos os dias.


    "minoria abastada ou sortuda, que têm um lugar reservado/garagem para o seu estimado SUV ou BM da tia"

    A minha garagem custou-me bastante menos do que o meu carro. Acho uma piada estas pessoas que têm um artigo que custa milhares de euros fazerem de conta que não têm dinheiro para o estacionar.
    As pessoas aqui também têm carro, sabe?!

    ResponderEliminar
  86. "Têm, não levam carro para Lisboa, que é o que fazem centenas de milhar todos os dias"

    QUEM POR EXEMPLO?

    "As pessoas aqui também têm carro, sabe?!" - NÃO TÊM OU SÃO MENTIROSOS. QUEM DIZ QUE TEM CARTA HÁ 30 ANOS E NUNCA ESTACIONOU EM CIMA DO PASSEIO, OU NÃO TEM CARRO OU É UM GRANDE MENTIROSO.

    alias, como a maior parte de vocês filhos da puta

    ResponderEliminar
  87. instruam-se:

    Os pêlos púbicos, ou pêlos pubianos, vulgarmente conhecidos também como pentelhos ou pintelhos (palavra considerada calão em Portugal) entre outros nomes, são pêlos grossos localizados na região frontal da pelve, acima e à volta dos órgãos sexuais masculino e feminino. No sexo feminino a região onde ocorre é denominada de monte de Vênus, monte por ser mais elevado devido ao osso púbico.


    Eva de Heinrich Aldegrever, 1540. Um raro exemplo de pelo púbico na arte do norte europeu.
    Sua função primordial na espécie humana pode ter sido a proteção dos órgãos sexuais contra o frio. Uma função secundária, observada em alguns estudos, é o estímulo pelo atrito durante o ato sexual. A espécie humana é dotada de uma capacidade raramente detectada em mamíferos de sentir prazer em relações sexuais, e atribui-se a isso o sucesso reprodutivo dos humanos sobre outras espécies do mesmo porte, e os pêlos púbicos podem ter exercido influência positiva nesse aspecto.
    Alguns grupos étnicos possuem por característica a ausência destes pêlos na maioria dos indivíduos. Em certas culturas, os pêlos são mal vistos, e têm seu crescimento controlado ou mesmo erradicado. É comum as mulheres depilarem a região com cera quente ou até mesmo rasparem com lâminas. Alguns homens também se utilizam dessas técnicas de retirar os pêlos. Em algumas sociedades, os pêlos são vistos como um potencial atrativo visual no ato sexual, e recebem tratamento estético especial, sendo cortados de formas e estilos extravagantes, ou mesmo tingidos com cores aberrantes.

    ResponderEliminar
  88. moro em lisboa e trabalho em lisboa.. como faço para nao trazer carro para lisboa?trazer de onde? lisboa para lisboa? ve-se bem q cá nao mora!!!

    perdoe-me se os 100 euros mensais cobrados pela EMEL para estacionar durante a noite das 20h as 8h no parque da minha zona de residencia tem um impacto orçamental significativo comparado com uma renda de uma casa a dividir de 300 euros e um carro com uma prestação mensal de 90€..

    ResponderEliminar
  89. são apenas um bando de putos sem pintelhos que gostam de fazer colagens! comprem uma caderneta do mundial!

    ResponderEliminar
  90. realmente quem parece não olhar para lá do seu umbigo serão os convivas, que insistem em argumentos demagogos, alguns sem sequer serem moradores do concelho ou terem consciencia da real situação.. q é o mau planeamento urbanistico da cidade aliado a uma util falta de vontade de criar formas alternativas de combater a situação..pois o problema da falta de lugares não é nem será resolvido apenas castigado visto desta forma não ser um custo mas sim uma mais receita a meia duzia de acionistas de confiança e envolvencia politica dessa instituição q é a EMEL.

    ResponderEliminar
  91. de facto. estes gajos do movimento além de ganharem algum com isto, são funcionarios frustrados que não tem QI para a EMEL.

    pobrezinhos de espirito

    ResponderEliminar
  92. "QUEM POR EXEMPLO?"

    80% das pessoas entre os 18 e os 65 anos que têm passe da CP Lisboa têm carro próprio.
    Se o meu caríssimo é ignorante não tenho culpa, mas há aqui gente que sabe um bocado sobre mobilidade.

    ResponderEliminar
  93. "moro em lisboa e trabalho em lisboa.. como faço para nao trazer carro para lisboa?trazer de onde? lisboa para lisboa? ve-se bem q cá nao mora!!!"

    Lisboa tem metade dos habitantes que tinha há 30 anos (tendo em conta a merda que a cidade agora é, não admira, a mim já me faltou mais para ir viver para um sítio civilizado). Se o problema fossem os lisboetas só haveria problemas destes em situações muito pontuais (basta ver o que acontece durante a noite, só em «meia-dúzia» de bairros é que o problema é grave, de resto na maioria dos casos os carros em cima do passeio só mesmo por burros que acham que são melhores do que os outros)

    O problema são os 700.000 carros que todos os dias entram na cidade. Mas os lisboetas são tão burros que ainda há pouco tempo votaram num gajo cuja única promessa foi construir um túnel para facilitar a entrada de mais carros na cidade.

    ResponderEliminar
  94. De facto o gajo não tem mesmo nível nenhum. E é sempre o mesmo. Obrigado por ser quem é. Só nos vem dar razão. Continue a ofender-nos que será óptimo para a nossa imagem.

    ResponderEliminar
  95. ignorante, es tu meu filho da puta, porque nem sabes responder, néscio do caralho.

    agora diz-me: quantos, desses 80% entre os 18 e os 65 anos, que têm passe da CP, o usam todos os dias?

    não queres responder ao que realmente interessa e fias-te em estatísticas, em sondagens. isso é merda.
    Vê-se que és um daqueles que se acha mais esperto do que os outros... coitado!

    quando quiseres dar respostas inteligentes e responder ao que te é perguntado, fala, tens a minha permissão.

    ResponderEliminar
  96. Em primeiro lugar a afirmação de lisboa ter 50% dos habitantes de ha 30 anos é completamente falsa, deu-se sim a debandada de habitantes de algumas zonas, q hj nao passam de centros comerciais e enmpresariais, tendo o numero de habitante do municipio até subido, visto ter uma area muito maior q ha 30 anos.. em segundo lugar convido o caro cohecedor da realidade a desclocar-se ha meia noite sim ha meia noite hora em q todos estao nas suas casas de um dia de seman à almirante reis junto ao largo joao do rio e zonas envolventes da alameda bairro das ilhas bairro dos actores e afins onde poderá facilemte comprovar a não abundacia de lugares e a quantidade de pessoas que se vê obrigada a adoptar lugares "alternativos" onde e como puder encontrar..

    ResponderEliminar
  97. Ignorante e arrogante:
    ANOS: 1960 1970 1981 1991 2001
    POP do MUNICÍPIO: 802.230 760.150 807.937 663.394 564.657

    O município não muda de área há décadas.

    Lugares "alternativos" a que se refere são lugares selvagens a destruir património que é de todos e a por em perigo a vida dos outros. Os lugares alternativos sem aspas existem mas tem que se andar mais a pé.

    ResponderEliminar
  98. "Em primeiro lugar a afirmação de lisboa ter 50% dos habitantes de ha 30 anos é completamente falsa,"

    Já viu os números?! Quer continuar com a parvoíce e não falar do que não sabe?! Agora os habitantes de Lisboa já são menos de 500.000, como os censos de 2011 vão demonstrar. Com um bocado de sorte pode ser que Vila Nova de Gaia já nos tenha ultrapassado em população (já faltou mais).

    ResponderEliminar
  99. vocês ainda pensam que é sempre o mesmo que vem aqui falar?

    pobres de inteleigencia...

    ResponderEliminar
  100. Oi?! Está a falar de quê/quem?!

    ResponderEliminar
  101. Não queria deixar passar o pretexto de se ter atingido a centena de comentários para agradecer aos leitores deste blogue a atenção que têm dado ao assunto, especialmente porque todos o têm feito com o nível de civismo, cordialidade e elevação que faz com que este espaço de debate seja uma referência na blogosfera.

    Entretanto, e por intermédio do endereço referido no anúncio, continuo à disposição de quem queira receber informação detalhada sobre o tema.

    A todos vós,

    cordiais saudações

    ResponderEliminar
  102. Estes comentários (grande parte, não é necessário muito esforço para os identificar) são uma vergonha não só para quem os postou (ainda que de forma anónima) mas também para este site que se pretende que seja uma plataforma de debate aberto e civilizado.

    Fiquei chocado com o teor dos mesmos e sugeria que os mesmos fossem eliminados sem apelo nem agravo.

    Não deixem que a incivilidade que graça na nossa sociedade se aproprie de mais uma iniciativa positiva e essencial. Obrigado

    ResponderEliminar
  103. A respeito do último comentário - esse acima do meu - grassa, como se vê, é com dois s's e não com c cedilhado... Só naquela...

    ResponderEliminar
  104. Obrigado pela correcção. Verifiquei em http://www.priberam.pt/DLPO/ que tem efectivamente razão.

    Continue, por favor, a estacionar o automóvel fora do passeio. Para quem o prefira, continue a estacionar o automóvel fora do paçeio que o resultado é o mesmo.

    ResponderEliminar