O jornal Observador presta assim um mau serviço

Todos já sabem que os jornais diários, principalmente os online, considerando que são gratuitos e que por certo têm muitas despesas e que a publicidade oficial não deve ser assim tão proveitosa, têm de recorrer a publicidade "oficiosa", sendo a da indústria automóvel a mais patente e evidente, normalmente mascarada de notícia na secção "auto". Ou seja, é clarividente a publicidade que todos os jornais diários fazem à indústria automóvel, publicidade essa mascarada de facto noticioso, sendo também no nosso entender, uma manifesta violação da deontologia jornalística, pois ludibria o leitor. Mas até aqui, nada de novo! O que é novo neste caso, é que além da referida publicidade, agora também se promove a ilegalidade, mormente a violação do artigo 49.º do Código da Estrada, com referência ao estacionamento sobre o espaço pedonal ou destinado a peões. Foi o caso recente de uma "notícia" do jornal Observador (hiperligação), com direito a vídeo e tudo, onde se vê um "veículo citadino" a ser idolatrado pelo "jornalista", enquanto o referido veículo é filmado sob várias perspetivas, estando o referido veículo estacionado sobre o espaço pedonal; ou pelo menos sobre o espaço destinado a peões, considerando que a calçada à portuguesa é quase sempre usada apenas para espaço pedonal.

Prioridade ao Peão... à moda de Oeiras


Em Oeiras as leis que protegem os peões não são cumpridas, nem pelas próprias autoridades. Todos os dias, tal como hoje da manhã, às 09h45, o respeito pelos peões é este, exemplificado pelo veículo 01-RD-29 da própria União de Freguesias de Oeiras, frente à Junta de Freguesia, na Rua Marquês de Pombal, n.º 42.​