Também queremos o "Ar Livre" de poluição

Recebemos imagens de um dos nossos leitores que mencionam um táxi que nos últimos dias, na zona de Benfica e Sete-Rios, tem emitido uma quantidade colossal de fumo negro, sempre por onde passa. Onde estão os Centros de inspeções e a polícia? Será que niguém entende que este fumo é prejudicial à saúde humana?

Sendo o taxista um motorista profissional e acreditado, não teria que exisitir maior vigilância por parte das autoridades perante estas situações? Legitimam também estas situações junto da população, formas alternativas e mais limpas de transportes públicos, como a Uber, considerando que os carros da Uber são por norma sempre mais recentes?

 
 
 

"Viatura conduzida por um profissional"

Imaginemos se fosse conduzida por um amador! Rua do Viriato, Lisboa.

A Chronopost, tal como os CTT têm a indicação de que as suas viaturas são conduzidas por "profissionais" e que caso seja detetada alguma infração, as empresas poderão ser contactadas através de  nºs 707 (chamada com um custo muito superior a uma chamada local).

Porque não estamos à espera que seja a empresa a advertir o funcionário por esta manobra inaceitável com a sua viatura, partilhamos a foto que um dos nossos leitores nos enviou.

Rua D. Estefânia, Lisboa - Passadeiras Hospital

Recebido por mail:

Bom dia,

Gostaria novamente de denunciar a verdadeira vergonha que se passa na Rua D. Estefânia todos os dias durante várias horas, agora com imagens mais recentes.

Os veículos de abastecimento do Mini-mercado Fresh, na Rua D. Estefânia, nº 61 são responsáveis pelo bloqueio total das duas passadeiras que servem o Hospital D. Estefânia. Passadeiras onde passam todos os dias centenas de pais com crianças de colo e com carrinhos de bebés, além de pessoas com mobilidade reduzida e invisuais.

Tenho alertado diversas vezes as autoridades por email e telefone, além de deslocações à esquadra mais próxima com fotografias, mas o resultado está à vista.

Assim, se vive em Lisboa no séc. XXI.

Cumprimentos

********