Parabéns pelo empenho em ter passeios livres para peões

Muito obrigados caro leitor. São pessoas como o caro amigo que dão esperanças à nossa causa. Continue a sua nobre participação cívica em prol de uma cidade mais humana.

A sua sugestão para autocolante é muito bem-vinda.

Passeio Livre

_____

Caríssimos amigos do Passeio Livre, (passeiolivre.org)

Foi bom conhecer alguém ou uma entidade que partilha de opinião idêntica à minha. Sinceramente já pensei que a minha ideia de passeios livres fosse uma obsessão, mas afinal sinto que não estou sozinho nesta caminhada.

Infelizmente o problema não é só em Lisboa ou nos grandes centros populacionais, é um desrespeito de humanos para com humanos.

Moro em São João da Madeira e muitas vezes deparamo-nos com situações de abuso ou puro egoísmo cívico.
Automóveis estacionados onde deviam circular peões, automóveis que se vendem em cima de passeios, automóveis comerciais ou não que passam horas, ou tardes, ou mesmo um dia a simular cargas ou descargas, uma técnica comum que consiste em abrir a porta do veiculo infractor e assim quando um agente passar e agir, se defendam com a humildade de quem quer trabalhar e não deixam. Um passeio é um passeio e não pode haver passeios mais ou menos possíveis de estacionar só porque a zona onde estão inseridos seja mais ou menos comercial.

Zonas cerca de bares nos centros da cidade que principalmente à noite se transformam em grandes parques automóveis e se tal não bastasse, após o fecho dos mesmos alguns condutores exibem as máquinas e os atributos de ''pole position''.

Os são-joanenses percebem o empenho das autoridades locais e a sua vontade de educar e orientar os cidadão prevaricadores.

A Comandante residente da Policia de São João da Madeira, subcomissária Rosa Maria Gomes, parece muito mais atenta e interventiva que os anteriores comandantes.

Digo isto, porque se vê a cidade mais cuidada e mais pensada nos peões.
Sentimos mais empenho por parte de alguns agentes, embora todos sabemos que dentro de uma ordem de intervenção, existem sempre alguns mais coniventes ou mais pacificadores.

Como estou mais atento que outros cidadãos, já assisti a inúmeras chamadas de atenção por parte de certos agentes da autoridade a prevaricadores reincidentes, acho que aqui a intervenção devia ser mais persuasiva e concreta.

Estamos a falar de atos repetidos e constantes por parte de cidadãos que teimam em desafiar a lei e as autoridades.

Acredito que seja através da educação e em caso extremo ou abuso se aplique a multa, pois só assim é que certos indivíduos aprendem.

Em anexo apresento uma variante ao vosso autocolante. Tomei a liberdade de alterar o vosso fantástico autocolante, para algo idêntico na imagem, mas mais adaptado à minha cidade.

Não quero que interpretem mal a minha intervenção, queria era ter o vosso aval para poder usar se for o caso a minha sugestão de autocolante quando vir casos de infracção .

O objectivo desta acção é que ninguém fique chateado(a) ou ofendido(a) e encare este aviso como uma acção de sensibilização.

Sempre ao dispor por causas nobres,

Cmprimentos
*******

NOTA: este mesmo email foi encaminhado para a policia de São João da Madeira (agradecendo o facto de ser direciona à nossa'' Comandante, a subcomissária Rosa Maria Gomes). Também para a junta de Freguesia da nossa cidade, bem como para Câmara Municipal de São João da Madeira.

Caos pedonal na Rua Teodoro de Almeida

No cruzamento da Rua Teodoro de Almeida é simplesmente a loucura.

Estacionamentos abusivos em Trajouce

Um excelente testemunho chegado por email. O que recomendam que respondamos ao nosso leitor?

_____________

Exmos amigos. 

Gostaria de saber se era possível tentar parar este flagêlo enormíssimo, uma vez que estando eu desempregado já lá vão 4 anos e meio, e tendo viatura, que por acaso até é uma viatura de 8 lugares, Vanete de 2000, tendo sempre e sempre, oportunidade para estacionar em passeios, passadeiras, e outros locais do mesmo género, e todavia eu tento evitar parar e estacionar nesses locais. Simplesmente eu mesmo proibo-me de o fazer, de abandonar a minha viatura nessas condições.

Porém, já inclusivamente, e atualmente com 47 anos, e em Setembro, os 48, já me vi em situações incrivelmente embaraçosas, não só na "Big Apple" de Portugal, como inclusivamente no meu concelho (Cascais), e também na minha Freguesia, de São Domingos de Rana, já desde o ínicio do meu desemprego, fui literalmente e em questão económica, deslocar-me, e por vezes em idas de 10 a 15 Kms para cada lado a pé, e por vezes ter de contornar veículos estacionados nos passeios, já por 3 vezes me aconteceu, ao sair do passeio, e passar para a estrada, por haver uma lata no caminho, e tropeçar, pelo desnível, e até me chegar a magoar, felizmente sempre sem danos de ossos.

Já tambem me chegou a acontecer, e já não tenho conta de dedos, em contar, quantas vezes, ao proceder sair do passeio, e ir para a estrada, veículos em andamento, me baterem de rasante, com os espelhos, e até ficar mesmo à rasca da zona do cutovelo, e chegaram-me até alguns, condutores que me bateram com os espelho, a virem pedir contas dos espelhos partidos!

Chegaram a chamar as autoridades, e exigirem que pagasse o dano dos espelhos, mas da dôr nos braços estavam-se cagando.

Inclusivamente, pedi à autoridade, para autoar a lata, e até mesmo retira-la do passeio, e nadinha foi feito, daí que esta culpa de haver estacionamentos abusivos, e até a lei o penalizar, nada é feito!

Aconteceu, até, um caso pelo ano 2013, ao me deslocar, da minha casa até à biblioteca, num percurso de 2km, e cerca de 20 a 25 minutos, apreciar uma viatura, que sistematicamente, estava sempre no mesmo sitio, e a dada altura até me iam atropelando, por ter ido para a estrada........passei, e sem criar, quaisquer danos, a virar o espelho ao contrário, e quase ao fim de um mês, não só era o espelho, como tambem as escovas.

Passados, mais 1 mês, fui mesmo apanhado, e inclusivamente, cheguei a ser empurrado, e esbufetiado.

No outro dia, passei, e na rua, a 100m de distância, chamei a PSP de Trajouce, e aguardei cerca de 15 minutos, e reparei, que nada fizeram, estiveram, nem 5 minutos, a falar com o condutor, e no outro dia e posteriores, e até agora, em 2015, sempre que tenho a sorte de lá passar, vejo que continua lá a lata estacionada!!!!!!

Que se pode fazer?

Têm alguns autocolantes que se possam colocar em viaturas, uma vez que a cada saída que faço de pelo menos 5 a 6 Km aprecio, mais de 20 a 30 latas estacionadas?

Meu nome é ****, sou de Trajouce (S.Domingos de Rana), da Rua dos Bons Amigos, por acaso, na rua onde a PSP, tem a esquadra, e onde o estacionamento, por acaso, até nem é abusivamente selvagem.

Obrigado, e agradecia resposta, a fim de também poder contribuir para combater este flagêlo.