Mais um atropelamento grave nas nossas cidades

Uma notícia a ser enviada a Carlos Barbosa do ACP, a Fernando Seara, Santana Lopes, António Costa, Rui Moreira, assim como a todos os edis de Portugal, que converteram cada rua das nossas cidades - que dão serventia às nossas casas, onde brincam os nossos filhos e passeiam os nossos pais - em autoestradas e IP citadinos.
 
O médico Daniel Serrão foi nesta quinta-feira atropelado na rua do Conde de Avranches, no Porto, tendo sido transportado em estado considerado grave para o Hospital de S. João, disse à Lusa fonte da PSP do Porto.

Segundo fonte das Relações Públicas da PSP do Porto, o alerta do atropelamento foi dado às 9h16, tendo o médico, de 86 anos, dado entrada na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de S. João.

Contactada pela Lusa, fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) referiu que Daniel Serrão foi "projetado, tendo sofrido um traumatismo cranioencefálico grave".

Daniel Serrão doutorou-se em 1959 pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, com 19 valores, e jubilou-se no dia 1 de Março de 1998.

Durante a sua carreira, o médico orientou a sua actividade para o campo da ética e da bioética em geral.