PARABÉNS PASSEIO LIVRE - 5 anos a combater o flagelo do estacionamento ILEGAL

Apresentamos aqui TODAS as 2135 fotos de estacionamento ilegal que recebemos até à data do nosso 5.º aniversário e que coligimos neste vídeo




De seguida apresentamos apenas as 300 "melhores" 


Como a EMEL se descredibiliza

Mais ainda do que pela sua ineficiência e incompetência, é devido à arbitrariedade da sua actuação que a EMEL se desacredita todos os dias - há muito que deixou de fazer parte da solução, para ser parte do problema do estacionamento em Lisboa.
Repare-se nestas fotos, tiradas de seguida na Av. João XXI:
O condutor do carro que não tem o pagamento regularizado é multado (e a vermelho!), e vê o seu veículo ser bloqueado, arriscando-se a ser rebocado.
Mas também é bem-feito, para não ser parvo! Um pouco atrás e um pouco à frente, uma multidão de chicos-espertos explicam-lhe, ao vivo e a cores, que a solução para estacionar gratuitamente nessa avenida é nas paragens da Carris e em cima dos passeios...

Falar bem quando é preciso - Obrigados CML

Bem sabemos que estamos em época da eleições autárquicas e que é altura de "mostrar obra" mas não podemos deixar de agradecer à autarquia o facto de após variadíssimas queixas do PL e dos seus leitores, ter levado a cabo a empreitada pedonal, que há tanto se esperava para a Av. Infante D. Henrique junto a Sta. Apolónia. 

O PL foi experimentar o espaço renovado. O passeio é largo, e a sua utilização é bastante agradável. Todavia, não percebemos bem porquê, mas ficaram alguns espaços onde não se colocaram pilaretes (não sabemos se propositadamente) o que poderá servir para que os automobilistas usem esse espaço para estacionar sobre o passeio. Esperemos que não!


"Reinos do Caos" não faltam!



.

Estoril, Rua do Alentejo
.
Os "Reinos do Caos" não faltam no nosso país - Lisboa é apenas a Capital de tão vergonhoso Império.
Repare-se como, nesta rua de um bairro de luxo, o estacionamento em cima do passeio era absolutamente desnecessário. E atente-se ainda no requinte da carrinha branca, cujo condutor escolheu o local das caixas da EDP para garantir que ninguém, de facto, pudesse circular no passeio!