Ciclovia de Belém

Nas noites de 5ª, 6ª e sábado, é "normal" não se poder circular nesta ciclovia, em troços entre o Cais do Sodré e a Rocha Conde de Óbidos, bem como entre a doca de Sto Amaro e a Central Tejo.

Esta fotografia foi tirada no dia 27/01/12, ao fim do dia e longe de locais de diversão nocturna. E, os prevaricadores não são os habituais bêbedos ao volante. Este carro estava estacionado ao lado da rosa dos ventos, à frente do padrão dos descobrimentos, e pertence à Administração do Porto de Lisboa.

Com a agravante de este ser um dos locais de Lisboa com mais visitantes estrangeiros a quem, mais uma vez, damos o "prazer" de apreciarem os monumentos nacionais com carros à mistura.

Será que, à semelhança de alguns agentes das forças de segurança, também são a autoridade e, por isso, não têm de dar o exemplo?



No Reino do Caos e do Absurdo


Cena habitual, junto à Rua Pedro Ivo
.
Depois de se servir da passadeira rebaixada como acesso, o condutor deve ter hesitado: «Estaciono na ciclovia, ou no passeio?». Acabou por usar um pouco de ambos...
As fotos foram tiradas num sábado,  mas no dia seguinte o carro ainda lá estava. E isso, apesar de, nesses dias e nessa zona, o estacionamento ser gratuito e não escassear.