Tem-se falado muito em extinguir empresas municipais. Já pensaram o que fazer com esta?

Lisboa, 3 de Novembro de 2011
Esquina da Av. da Igreja com a Rua José D' Esaguy
.
A imagem de cima mostra o caos habitual nessa zona, com a curiosidade adicional do carro da PSP (à esquerda) - que, como é costume dessa corporação, não interfere em coisas relacionadas com o estacionamento selvagem («Isso é com a autarquia» - dizem).

A foto do meio, tirada poucos segundos depois, mostra uma fiscal da EMEL a aproximar-se da cena. Há ali muito dinheiro disponível: carros em 2ª fila a perder de vista, uma camioneta estacionada na esquina, uma carrinha no passeio... é só passar as respectivas multas, que o erário público agradece!

A foto de baixo foi tirada 6 segundos depois...

A Av. do Brasil (parte 4) - Uma transversal

Lisboa - Rua Fausto Guedes Teixeira
28 Out 11 - 12h40m
.
O mais interessante, nestas imagens, até nem é o passeio esventrado - isso, em Lisboa, já nem justifica uma nota de rodapé, quanto mais um post num blogue! É - isso sim - o requinte de civismo de alguns passantes (moradores? condutores? ambas as coisas?), que vão juntando laboriosamente as pedrinhas arrancadas, para um dia virem os funcionários da autarquia repô-las, à nossa custa. 
Não é genial?

A Av. do Brasil (parte 3)

Esta situação, do lado nascente da Av. do Brasil, tem duas peculiaridades:
A primeira, que já não merece comentários (porque já aqui foi muito referida e discutida), é o sinal informando da existência de um parque em cima do passeio.
A segunda - essa, sim, curiosa - tem a ver com o facto de o acesso a esse parque se fazer por uma ciclovia, com direito a rampazinha e tudo.

A Av. do Brasil (parte 2)

Passeio do lado Sul da Av. do Brasil, em Lisboa
.
As duas primeiras imagens mostram aspectos da zona onde a autarquia legalizou o estacionamento em cima do passeio.
As outras mostram o mesmo passeio, quando, mais a nascente, deixa de existir essa possibilidade legal: há zonas em que, pura e simplesmente, um peão não consegue passar (e já nem se fala de alguém em cadeira de rodas, de muletas ou com sacos de compras)!