Testemunho de uma Mãe: Corre, corre, mamã, antes que venha algum carro!



Desde que me tornei mãe, há poucos meses, e que o tempo começou a melhorar, comecei a dar passeios em Algés com a minha bebé. Cedo me apercebi que atravessar a Avenida dos Bombeiros Voluntários, uma das principais artérias da cidade, com um carrinho de bebé é equivalente a participar numa gincana. Carrinhos de bebé e cadeiras de rodas vêm a sua rota impossibilitada não só por passeios demasiado curtos (alerta Câmara de Oeiras!!) como por condutores inconscientes e egoístas que não deixam um espacinho para o peão de quatro rodas. Eu, como condutora que também sou, passei a prestar mais atenção aos sítios onde estaciono e sinto necessidade de alertar quem ainda não se apercebeu da falta de consideração para com os peões.

Alguns exemplos de passeios intransitáveis:








Lá temos de fazer mais um desvio pela estrada…



Ups… Este condutor achou que já não bastava a inexistência de passeio por causa das obras, como ainda ocupa a pouca margem que nos restava para não termos de passar literalmente no meio da estrada.




Em plena Av. dos Bombeiros Voluntários este é um cenário recorrente. Tentamos passar e… é claro que o carrinho de bebé não cabe. Não nos resta alternativa senão…




… passar no meio da estrada. Corre, corre, mamã, antes que venha algum carro!

Os intocáveis

Um outro local intocável
.
Há dias, mostrou-se aqui um "007" que, porventura à conta desse número, se achava autorizado a estacionar em cima do passeio.
Possivelmente, o condutor desta outra carripana deve pensar que, sendo um "7000", pode fazer 1000 vezes pior - e o certo é que tem razão, pois estaciona assim sempre que quer e lhe apetece (as fotos são de dias muito espaçados, mas a cena é recorrente) e não há notícia de que algum dia tenha sido incomodado.

Grande concentração de "veículos de emergência"!

Praça do Areeiro, um dos muitos locais "intocáveis" de Lisboa.
As fotos foram tiradas ao fim da manhã do passado dia 12, mas podiam tê-lo sido noutro dia qualquer.