Pronto, já passou!

Antes...
...durante...
... e depois.
As três fotos foram tiradas todas de seguida (decorreram poucos segundos entre a primeira e a última), e mostram a actuação de um agente da Divisão de Trânsito da PSP ao deparar-se com um carro estacionado em cima de um passeio na Av. de Paris, em Lisboa.
Não parou (nem sequer olhou!) mas, ao contrário do que se possa pensar, não há nada a objectar, pois ele devia ir a caminho de qualquer tarefa relacionada com a actual especialidade da corporação - como acompanhar filmagens, ou a EPAL ou a PT...

Na realidade, o homem não pode ser censurado por isso, pois obedece a directivas superiores: há muito que a DT da PSP se demitiu da função de combater o estacionamento selvagem em Lisboa (onde tem mais de 600 efectivos!). Os cérebros privilegiados que nela mandam - e tal decidiram - acham que isso compete à autarquia.
Mas nem tudo é mau! No meio de tanta desgraça, é consolador saber que quem nos governa está atento aos verdadeiros problemas da população - valha-nos isso!
.

Paisagem Estragada

Caros amigos,

Aqui vai mais uma modesta contribuição de um passeio à beira-Tejo salpicado de ignorância automobilística.

Para os mais incrédulos se informa que existem na zona prques de estacionamento, mas são pagos e não são logo ao lado.

Cumprimentos




Está tudo doido?

Martim Moniz
Um bom símbolo para "os direitos dos peões", por esse país fora...
Santa Apolónia
Note-se, à direita, o agente da PSP que não vê nada
Av. de Roma
Como é que ele foi para ali?
Praça do Chile
Zona protegida com pilaretes
Idem, noutro dia
Rua José Duro
Nem deixam uma nesga!
Idem
Repare-se no empedrado destruído (o que sucede em toda a rua) e no pára-sol, a mais eloquente demonstração do sentimento de impunidade
Alameda D. Afonso Henriques
Os gajos do «estamos a trabalhar!»
Largo da Mouraria
Estacionamento legal
Rua Frei Amador Arrais
Sábado à tarde, com lugares abundantes e gratuitos ali à volta
Av. EUA
A loucura total já extravasa a bem conhecida zona das colunas
idem (pormenor...)
Rua da Prata
Turistas espanhois
.
Quando os portugueses estacionam como se sabe, havemos de estranhar que os estrangeiros façam o mesmo?!