Prevenção Situacional

Segundo o criminologista Maurice CUSSON, o «conjunto de meios implementados pelos membros de uma sociedade com o objectivo específico de conter ou reduzir o número e a gravidade dos delitos» denominam-se por «controlo social». Este criminólogo classifica os controlos sociais em: públicos ou privados; preventivos ou retributivos (sendo que, para CUSSON, «prevenção do crime» consubstancia-se nas intervenções não penais, e a «retribuição do crime», esta sim, representa a acção punitiva estadual); os controlos sociais podem ainda ser coercivos, quando impliquem o uso da força, ou persuasivos, quando exerçam uma acção moral.

CUSSON distingue três linhas de defesa contra a delinquência (seja ela criminal ou meramente contra-ordenacional), uma primeira composta por «controlos sociais informais», que se consubstanciam na acção da família e do meio social; uma segunda linha de defesa, a «prevenção situacional», que assenta nas medidas não penais de protecção dos bens e das pessoas; e uma terceira linha de protecção, que o autor chama de «sanção penal» e que se materializa no «arsenal das sanções penais impostas e executadas pela força pública».

Fonte: CUSSON, Maurice. Criminologia¸ Cruz Quebrada, Editorial Noticias, 2006, p. 195 e ss

Travessa José António Pereira (perpendicular à Rua das Janelas Verdes, Lisboa): antes & depois.
Fotos cedidas por um leitor

Nós podemos tudo! II

Na sequência da publicação de um «post» intitulado «Nós podemos tudo!», onde se denunciava um estacionamento abusivo por parte de uma viatura de um órgão de comunicação social (TVI), recebemos a seguinte contribuição:

«RTP - Teatro Nacional D.Maria II
Não é só a TVI, a RTP faz o mesmo.
Estas fotos, foram tiradas na passada quarta-feira,
Os 2 ocupantes, estacionaram o carro, NO PASSEIO, e atravessaram a rua em direcção à estação do Rossio. E a esquadra da PSP mesmo aí ao lado!
Cumprimentos»

Furto de passeio!

Rua Damasceno Monteiro
«Olá,
Será que alguém sabe alguma coisa sobre esta intervenção nos passeios, sensivelmente a meio da rua Damasceno Monteiro? Para já, desapareceu metade do passeio que lá existia...»

Questão (e fotografia) colocada por um leitor,

Motociclos - Outros parques gratuitos

Todo o passeio junto à Estação dos CTT da Av. dos EUA, em Lisboa, funciona, há anos, como parque gratuito para motociclos (alguns até com oleado protector...) graças à total inacção dos fiscais e das autoridades. Embora, mesmo ali ao pé, existam parques dedicados (junto aos cafés Luanda e Vá-Vá), não seria a mesma coisa, pois este, com frequência, até tem protecção policial...

Parque gratuito?

«Fotos tiradas no dia 25 de Abril, mas que podiam ter sido tiradas num outro dia qualquer, no exterior do C.C.Vasco da Gama, do lado da Alameda dos Oceanos.
O cartaz afixado no pilar tem um sinal de estacionamento proibido a motociclos e informa "PARQUE SUBTERRÂNEO GRÁTIS PARA MOTOS".
Os motociclistas que diariamente ali estacionam, das duas uma, ou são analfabetos ou andam a gozar com o pagode.
E os agentes que deviam fazer cumprir a lei, onde é que eles andam?»