Bem-vindo caro cidadão!
Ajude-nos a combater este flagelo!


(?) «1271 atropelados» - «PSP diz que operação "Pela vida, trave!" atingiu objectivos.» (?)


«Cidades: 1271 atropelados

Desde o início do ano foram atropeladas 1271 pessoas em áreas urbanas patrulhadas pela PSP – 488 em passadeiras e 783 fora delas. Resultaram 13 mortos: cinco nas passadeiras e oito fora. Números inferiores aos do ano passado, avança a PSP, que, de Março a Maio, teve no terreno a operação ‘Pela sua Vida, Trave!’»
in Correio da Manhã,

«PSP diz que operação "Pela vida, trave!" atingiu objectivos»
in Sic On-Line

«Nos três meses da operação da PSP «Pela vida, trave!», cinco pessoas morreram atropeladas nas cidades, depois de em Janeiro e Fevereiro terem sido oito as vítimas mortais, pelo que a polícia que os objectivos da campanha foram atingidos.
Com o objectivo de diminuir o número de atropelamentos dentro das localidades, a PSP desencadeou uma operação nos meses de Março, Abril e Maio.
Fazendo um balanço da operação «Pela vida, trave!», a Polícia de Segurança Pública refere que foi atingido o objectivo, tendo diminuído os atropelamentos e baixado também o número de mortos por atropelamentos nas cidades portuguesas.
Relativamente aos anos anteriores, a PSP indica que entre Março e Maio de 2008 se registaram nove mortos por atropelamento, número que aumentou para 14 no ano passado (mais 36 por cento) e baixou para cinco em 2010.
Durante a operação, a PSP realizou mais de cinco mil acções em todo o país, das quais resultaram 9188 autuações por excesso de velocidade e 8147 por estacionamento nos passeios e outros locais de passagens de peões, 2115 multas por estacionamento nas passadeiras e 1599 por desrespeito ao sinal vermelho do semáforo»
in IOL Diário

Onde pára a polícia? - Resposta

O peão que se vê na imagem de cima (foto desta manhã) talvez se interrogue, como o leitor do post anterior, «Onde pára a polícia?!». A resposta era simples: estava a poucos metros dali, à esquerda, a "apoiar" a obra em curso, tal como os agentes de baixo fazem noutros casos - incluindo apoiar filmagens!

Onde pára a polícia?

«Ontem passei na Baixa e, perante um panorama do uso e abuso regular e sistemático do estacionamento em cima dos passeios (que por si naquela zona já são pequenos) ao estilo «quatro-piscas» («é só um minuto»/«estou a trabalhar»), não se vê um único polícia (pelo contrário, vi um autocolante do PL num Mercedes com ar de «viatura oficial/pode estacionar onde quiser»).
Pergunto-me: Onde estão os polícias?
É uma pergunta honesta, não estou com ironias, gostava mesmo de saber onde estão os agentes (nas esquadras? de baixa? a fazer serviços gratificados nos centros comerciais?)
Um problema que se resolvia facilmente – o do estacionamento na Baixa lisboeta – com meia dúzia de polícias nas esquinas munidos de um simples apito, mas não se vê nenhum.
Vê-se muitos a passar de carro ou mota de um lado para o outro, sem nunca pararem perante as infracções – o que me leva a outra pergunta, igualmente honesta, para onde vão?
Alguém tem resposta para isto?»
Comentário postado neste blog por um utilizador identificado como «Onde pára a polícia» em 2 de Junho de 2010 13:48

Concentrado de absurdo

Lisboa - Av. Fontes Pereira de Melo
31 Mai 10 - 13h
.
Está aqui quase (*) tudo: passeio esburacado, boca de incêndio criteriosamente colocada (e há mais outras, por perto, também assim) e carripana devidamente estacionada (no passeio a que acedeu pela faixa BUS).

(*) A única coisa que não se vê é polícia (nem PM nem PSP) nem EMEL.

Auto-auto-colante

Um colaborador do PL mandou imprimir este belo autocolante; neste caso, não para colar nos carros mal estacionados, mas para colar no seu próprio automóvel.
Aceitam-se pedidos através do peão.exaltado