Aveiro, cidade ciclável?

Ou não. Aveiro tem a particularidade de ser um local plano. Essa característica só por si impulsiona a utilização da bicicleta. Houve realmente o projecto BUGA, foram realmente construidas ciclovias com semáforos dedicados à bicicleta integrados nos cruzamentos da principal avenida (onde não deveria existir um único automóvel já agora) mas… o projecto BUGA não teve continuidade nem é prático para quem na cidade habita visto que existe apenas um único ponto de entrega; as ciclovias estão dispersas, desconectadas e muitas vezes mais perigosas do que andar nas próprias estradas. Não fosse esta cidade plana e a utilização da bicicleta ia com as urtigas!

Agora vamos ao motivo desta entrada: carros estacionados. Não sou muito de tirar fotografias mas começa realmente a enervar a falta de respeito das bestas automobilísticas perante, não digo os ciclistas, mas todos os cidadãos que partilham a cidade com as bestas. Mais, quando um automóvel se encontra no meu caminho comecei a deixar uma pequena marca em sinal de agradecimento, na maior parte dos casos, um espelho virado. Já me lembrei de 
caminhar por cima dos carros.

Seja como for cá vão uma série de fotografias desta pequena cidade que mostram a mesma falta de respeito de uma cidade muito maior.


Publicado no blog Usaralho

«...há sempre um imbecil»

«A carrinha branca que se pode ver nas fotos em anexo está estacionada em cima do passeio frente à entrada do Nº. 4 na Rua Tratado de Tordesilhas. Assim se manteve o dia todo. Na rua não faltam lugares de estacionamento propriamente delimitados para esse efeito, mas há sempre um imbecil que teima em estacionar em cima do passeio junto à entrada dos prédios. Nesta rua há idosos com dificuldade de locomoção, deficientes motores com cadeira de rodas e mães com carrinhos de bebés. Mas civismo e respeito pelos peões é o que mais falta. Praticamente todos os dias eu colo um autocolante num carro diferente, mas mesmo assim ainda há quem não entenda ou não queira entender que os passeios são para os peões.»
Contribuição de um leitor,

«...abordei por 4 vezes agentes da autoridade...»

Este e-mai foi enviado para:
pm@cm-lisboa.pt, dmpcst@cm-lisboa.pt, sopdt.lisboa@psp.pt,
Com conhecimento ao PL

«Ex.mos Srs.,
O motociclo visível na fotos anexas, encontra-se sistematicamente estacionado sobre o passeio da Calçada da Patriarcal, junto ao Príncipe Real.
Como se não bastasse, ocupa ainda toda a largura do passeio obrigando o peões a circular na faixa de rodagem, colocando em risco a segurança destes.
Esta situação é inadmissível pela forma abusiva de ocupação do espaço público e desrespeito para com os peões!
Chama-se deste modo a atenção às autoridades competentes, e solicita-se a sua actuação em conformidade
Faço notar que nos últimos 2 meses, abordei por 4 vezes agentes da autoridade que se encontravam na proximidade, incluindo agentes da Polícia Municipal e da Divisão de Trânsito, sem que a situação descrita se tenha alterado.
Grato pela atenção, cumprimentos,»