Para quê, caramba, para quê?


Foto tirada em 27 Abr 09, numa transversal à Av. de Berna, em Lisboa. Repare-se que os carros entram cerca de 2 metros no passeio - sem qualquer necessidade, pois esses mesmos 2 metros ficam vagos, atrás deles, no espaço reservado para estacionamento.

Vá para fora cá dentro

Boa noite!

Junto em anexo um excelente exemplo de civismo de um condutor espanhol que todos os dias, pelas 10h estaciona a sua lata sempre neste mesmo sítio, para evitar fugir aos parquímetros. Por volta das 20h, sai do trabalho e vai para casa contente da vida.


No outro dia volta a fazer exactamente o mesmo.Este condutor sabe que em Portugal jamais será autuado, ao contrário do que certamente aconteceria em Espanha.
A foto é em Miraflores, freguesia de Algés, concelho de Oeiras. Espero que a publiquem, pois é bem demonstrativa.

Um abraço.
Contribuição de um leitor

"Mas eu deixei espaço para os peões passarem..."



Ah, bom!
As fotografias mostram as duas margens de uma mesma rua, a Vasco da Gama, em São Domingos de Rana (Cascais)

"Não te esqueças das bananas"


Ontem, 27 de Abril, pelas 18:00, fui ao Pingo Doce de Alcântara. Fui de carro e, à minha frente, seguia um carro da PSP.À porta do supermercado encostou à direita, parou, sairam dois agentes lá de dentro, um cospe para o chão e eu fico a pensar "mal, começamos mal".Ainda tinha ficado um agente no carro, ao volante. Arrancou e, de repente, encosta à esquerda, galga o passeio e ala que se faz tarde, desliga o motor e assim ficou.Cinco metros à frente está a entrada do parque de estacionamento (grátis!) que serve o Pingo Doce e foi para lá que eu fui.Ainda pensei que havia uma "altercação" no supermercado mas quando lá cheguei vi um agente no balcão dos bolos e outro hesitante entre umas barras "Fitness" de morango e outras simples.Demorei 25 minutos a fazer as compras e eles 20. Levaram também um cachinho de bananas.
Espero que tenham lanchado bem depois de ocuparem descaradamente um passeio, durante 20 minutos, com um veículo oficial da Polícia.Realmente, porque é que o cidadão comum há-de cumprir seja o que fôr quando os exemplos são estes?
Nas fotos, lamentavelmente, não se consegue ver a matrícula. Tenho pena, tenho muita pena.

Nas barbas...


Esta foto foi tirada hoje, por volta das 13.00 horas. Se repararem bem, há um terceiro carro estacionado também em cima do passeio a seguir ao carro verde. Dirão vocês, qual é a novidade? Pois bem, o edifício que se vê, é a entrada principal da Câmara Municipal de Almada. Será que aqui o passeio é ao mesmo tempo um estacionamento privativo ? Digo eu, não sei ...

A horrível contribuição de um leitor


"Olá.
Sigo o blog quase desde o inicio. Parabéns pela iniciativa.
Segue em anexo uma foto tirada no cruzamento da Rua Gilherme Suggia com a Avenida Frei Miguel Contreiras (Areeiro - Lisboa, uma paralela à Avenida Almirante Gago Coutinho). Passo por lá todos os dias, e deparo-me todos os dias com este descalabro, mas o que me levou a tirar a fotografia foi mesmo ter reparado que era um agente da PSP a estacionar o seu Peugeot cinzento totalmente em cima do passeio e mesmo em frente à passadeira. Tirei duas fotos, a pequena tem o agente a fechar a porta do carro, mas tinha o telemóvel no modo de foto pequena... quando mudei para o modo de foto grande já o agente da PSP ia em direcção ao seu bloco de apartamentos. Não dá muito bem para para distinguir, peço desculpa.
Força no blog. Boa continuação."

Cartas Abertas

Meus caros,
Foi em grande medida por verificar a grande quantidade de leitores vossos que se queixam do silêncio do poder público às queixas, pedidos, sugestões e denúncias que lhes dirigem, que me lembrei de criar um blog ( www.cartasabertas-portugal.blogspot.com) que encaminha e publica essas cartas e, quando dadas, as respostas, de maneira a lhes dar visibilidade. Além disso, vou preparar uma classificação trimestral de entidades por demora de respostas. Considerando que o Cartas Abertas é um pouco "filho" do Passeio Livre, pergunto-lhes se há hipótese de o divulgarem aí.
Obrigado,
MN

A rua é a 31 de Janeiro


O abuso é todos os dias de todos os meses de todos os anos




Em cima dos passeios?




Não!

Do que resta deles, isso sim.