Parabéns pela iniciativa

Boa noite,

Esbocei um sorriso de satisfação ao descobrir a vossa iniciativa.

Há quem me ache radical na visão de Lisboa como a cidade anti-peões, mas não tenho visto grandes avanços para mudar hábitos e mentalidades dos nosso compratiotas e políticos.

Já tentei alguns contactos com a CML relativamente a várias situações de abuso, de onde tive sempre uma resposta célere. No entanto todas as queixas, passado 4 meses, continuam na mesma e algumas situações agravaram-se... Já tentei igualmente a comunicação social, mas sem sucesso...

Tenho publicado algumas fotos de estacionamentos incorrectos num blog, assim como outros problemas de mobilidade para os peões... a publicidade... a própria CML!

http://www.bardas.com-palavras.com/2009/01/mobilidade-em-lisboa-1-parte.html
http://www.bardas.com-palavras.com/2008/09/estacionamento-egocentrista.html
http://www.bardas.com-palavras.com/2008/01/estacionamento-perfeito.html

Tendo em conta o mote do vosso blog vou começar a tirar fotos a alguns locais caóticos para vos ajudar.

Sugiro criarem um mapa no google maps onde possam sugerir pontos negros para futuras intervenções de colagem em massa.
Aproveito tb para sugerir uma intervenção de autocolantes em algumas zonas, costumam estar parros mal estacionados em cima do passeio, todos em fila (cerca de 10), ao lado de carros bem estacionados, na avenida Infante Santo, junto ao cruzamento do carrocel, a partir das 19:30H e aos fins de semana.

Espero vir a contribuir no futuro com mais material.

Felicitaçoes pela vossa coragem e civismo.

Os melhores cumprimentos,

(carta de um leitor)

estacionamento legalizado no passeio

Exmos Srs.,

Convido-vos a conhecer uma rua em Lisboa em que o estacionamento no passeio está "legalizado":

http://coimbraenossa.blogspot.com/2009/03/realidade.html
http://coimbraenossa.blogspot.com/2009/03/utopia.html

As fotografias foram tiradas por mim. Podem usá-las se acharem interessantes para a discussão.


(carta de um leitor)

E estes riscos brancos servem para quê?



Numa altura em que a CML anda a promover a redução de tráfego na Baixa, nas barbas da câmara e de toda a polícia municipal que por ali circula, este/esta condutor/a descobriu um lugarzinho onde não se tem de pagar parquímetro.

Estava lá às 10h30 e pelo menos ficou até às 15h.

Já agora, só porque tem aparecido a questão várias vezes: Alternativas há ali com fartura, a começar pelo parque de estacionamento subterrâneo dos Paços do Concelho, a meia dúzia de metros.